Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Notícias / 2013 / Micro e pequenas empresas apostam em incubadoras para aumentar chances de sucesso

Micro e pequenas empresas apostam em incubadoras para aumentar chances de sucesso

O Cietec, incubadora localizada na USP, registra aumento de procura por empresas de diferentes áreas de atuação

12/09/2011 17h23 - última modificação 08/08/2014 13h25

José Carlos de Lucena, Coordenador Técnico do Cietec

Jéssica Raya
Caroline Cardoso

Nos últimos anos, as iniciativas empreendedoras inovadoras foram destaque no segmento de micros e pequenas empresas. Esse cenário explica o aumento da procura por incubadoras pelas pequenas empresas, que começaram a enxergar a importância do apoio de uma incubadora para o desenvolvimento de seus negócios.

De acordo com dados da Anprotec, associação que representa os interesses de parques tecnológicos e incubadoras de empresas, a taxa de insucesso de um empresário após passar por uma incubadora é inferior a 20%,   enquanto o índice de mortalidade de micros e pequenas  empresas em São Paulo, antes de completarem cinco anos no mercado, gira em torno de 60%. As incubadoras buscam aprimorar o sucesso de empresas inovadoras, seja na área de aconselhamento técnico, captação de recursos, gestão de negócios, redução de riscos, além de acompanhar o amadurecimento da empresa como negócio, para que tenha condições de ir ao mercado de maneira competitiva.

Somente nesse semestre, mais de 100 candidatos procuraram o Cietec (Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia), localizado na Cidade Universitária da USP, em São Paulo, com o interesse de entrar com novos negócios na incubadora. Ainda,  nos últimos quatro meses, ingressaram vinte empresas incubadas de diferentes áreas, entre elas, de Biotecnologia, Eletroeletrônica, Medicina e Saúde, Meio Ambiente e Tecnologia da Informação. Dessa forma, a entrada de novos empresários faz com que o Cietec celebre o fim do ano com um balanço positivo.  "A previsão é encerrar o ano com 144 empresas associadas" afirma José Carlos de Lucena, Coordenador Técnico do Centro. Um recorde na história do Cietec.

Assim como os bons resultados de 2013, a história do Centro é marcada por uma trajetória de sucesso. Desde sua inauguração, em 1998, cerca de  370  empreendimentos  passaram pela incubadora do Cietec. Lucena afirma que os processos seletivos seguem critérios rigorosos para garantir que as empresas a serem incubadas estejam preparadas para levar seus projetos ao mercado. “Acredito que empreendedorismo tem risco, mas com a metodologia adequada esses riscos diminuem drasticamente”, completa.

Comunicar erros