Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Notícias / 2013 / Intervalos Musicais movimentam campi da Metodista

Intervalos Musicais movimentam campi da Metodista

Promovido pelo Núcleo de Arte e Cultura (NAC), o evento visa valorizar os talentos musicais de alunos da Universidade

12/09/2011 17h23 - última modificação 08/08/2014 13h25

Eramir Neto se apresenta no campus Rudge Ramos

Linney Gatto
Tamiris Souza

Foto:  Linney Gatto

O Núcleo de Arte e Cultura (NAC) da Universidade Metodista de São Paulo surgiu em 2005, e tem como objetivo estimular a integração da instituição com a comunidade por meio de projetos artísticos e culturais, contribuindo com a inclusão social e com a valorização da diversidade. As principais atividades desenvolvidas pelo NAC abrangem o oferecimento de cursos e seminários, a realização de pesquisas na área, a organização de eventos e projetos artístico-culturais e a viabilização do acesso às informações culturais produzidas.

Como concretização de um de seus principais objetivos, colaborar para a humanização dos espaços acadêmicos por meio da integração cultural/social, o NAC promove nos campi da Metodista os Intervalos Musicais. O projeto, que está em curso desde 2009, objetiva a identificação e valorização dos talentos musicais  presentes no corpo discente da Universidade e consiste em apresentações durante os horários de intervalo nos campi Rudge Ramos, Vergueiro e Planalto. Para participar basta ser aluno regularmente matriculado em qualquer um dos 38 cursos presenciais oferecidos pela Metodista, preencher e entregar a ficha de inscrição ao NAC (disponível em http://www.metodista.br/nac/acoes/intervalos-musicais). Os alunos selecionados se dividem nas apresentações que acontecem quinzenalmente em cada campus. O evento é totalmente gratuito e aberto para todos os alunos, professores e funcionários da Universidade.

No último dia 29 de outubro, o programa Intervalos Musicais foi realizado no campus Rudge Ramos e contou com a participação do Projeto Owl. Liderado pelo músico Eramir Neto, saxofonista e flautista, o Projeto Owl teve início em 2011 e traz uma mistura de música eletrônica e jazz. O pocket show aconteceu na praça central e contou com composições autorias, releituras e outras criações do artista. “Acho a iniciativa muito boa! É uma oportunidade de movimentar a cultura e levar novos projetos a um público muito especial. O público universitário muitas vezes é mais aberto a novas coisas do que o público comum”, afirmou Eramir. O próximo Intervalo Musical acontecerá no campus Vergueiro.

Comunicar erros