Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Notícias / 2013 / Descarte incorreto de lixo eletrônico pode causar danos ao meio ambiente

Descarte incorreto de lixo eletrônico pode causar danos ao meio ambiente

Associações desenvolvem trabalho de coleta e reciclagem destes materiais que antes eram descartados em locais impróprios

12/09/2011 17h23 - última modificação 08/08/2014 13h25

Lixo eletrônico

 

Amanda Cristine dos Santos
Victor Kikuchi

Com as frequentes inovações tecnológicas os aparelhos eletrônicos são substituídos por outros mais modernos com muito mais velocidade. Os aparelhos “antigos” tornam-se resíduos eletrônicos e grande parcela da população não sabe o que fazer com estes materiais, descartando-os, na maioria das vezes, em locais impróprios.

Pensando nisso, a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) criou um programa para receber estes “lixos” e reciclá-los de maneira correta, sem prejudicar o meio ambiente. A Associação existe desde 1976, mas o programa para este tipo de material surgiu em 2011, e desde então já recolheu mais de 240 mil toneladas de equipamentos. São 14 postos na capital e na região metropolitana de São Paulo.

Estes tipos de produtos contem substâncias tóxicas em sua composição, como chumbo, cádmio, mercúrio, berílio, etc. Se depositados em qualquer local e sem os cuidados específicos, podem causar sérios danos ao meio ambiente, como a contaminação dos lençóis freáticos e, eventualmente, à saúde da população que vive nas proximidades.

Além disto, estes equipamentos são compostos por grande quantidade de plástico, vidros e metais, materiais que levam muito tempo para se decomporem no solo.

Das cidades do ABC somente São Bernardo possui uma associação que faz este trabalho: a Ecoponto. O trabalho de coleta e reciclagem é feito por jovens de cooperativas e então têm seu destino no lugar apropriado de descarte. Alguns ainda podem ser reaproveitados, pois muitas vezes os aparelhos ainda estão em bom estado.

 

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: