Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Notícias / 2013 / Consumerismo: um novo olhar sobre o consumo

Consumerismo: um novo olhar sobre o consumo

Aos poucos, sociedade começa a transformar seus hábitos de compras e a torná-los mais conscientes

12/09/2011 17h23 - última modificação 08/08/2014 13h25

Letícia Cavalcanti 
Rafaela Rozinelli

Ilustração: Rafaela Rozinelli e Fernando Rozinelli

A sociedade contemporânea é caracterizada por um ritmo frenético de consumo. A todo instante consumimos informações e produtos com o intuito de satisfazer nossas necessidades básicas, ao mesmo tempo em que lançamentos e novidades tecnológicas alimentam nossos desejos pelo novo e, por que não, pelo supérfluo. Assim, impulsionamos a roda da economia e aquecemos o mercado capitalista.

Nossos desejos consumistas são estimulados diariamente por meio de propagandas e estratégias de vendas que tentam relacionar a compra a sensações de felicidade, bem estar e realização pessoal. Aquele que não consome não se enquadra neste modelo de vida e, por conseqüência, nesta sociedade.

Em contrapartida, neste cenário vem surgindo um novo perfil de consumidor, mais crítico e seletivo em suas escolhas, atento aos impactos que estas podem causar em sua vida e no meio ambiente. Esta forma de repensar o consumo recebe o nome de consumerismo e já é tema de muitos artigos científicos e análises de estudiosos.

O consumerismo tem seus fundamentos na compra consciente e na seletividade, levando em conta questões ambientais e valores sociais, ao contrário do consumismo, que está diretamente relacionado ao impulso e à satisfação do desejo de possuir algo, sem que se considere a real necessidade da compra e quais impactos que isto pode acarretar ao indivíduo e àqueles que o cercam.

Embora os temas de sustentabilidade e responsabilidade social já sejam pauta das empresas e organizações em suas estratégias de comunicação, é interessante que prestem atenção a este novo perfil consumidor e saibam administrar o dilema de estimular o consumo daquilo que produzem, já que isto é o que lhes gera lucro e, ao mesmo tempo, alinhar seu pensamento a esse público cada vez mais criterioso sobre como e por que consumir.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: