Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Notícias / 2012 / Blogsfera influencia cada vez mais o mundo offline

Blogsfera influencia cada vez mais o mundo offline

Pessoas estão cada vez mais próximas de decidir o futuro das marcas

12/09/2011 17h23 - última modificação 08/08/2014 13h25

A vontade dos internautas nas prateleiras dos supermercados

Fernanda Santella
Bruna Rocha
Luana Bombonatti
Belmiro Pardo

Pode se dizer que as pessoas serem ouvidas por marcas através das mídias sociais hoje é uma tendência. As pessoas reclamam, pedem, mostram saudade de alguma coisa e pronto, a marca pode escutar e fazer algo por isso. Com isso, o mercado está sendo totalmente revolucionado pelo Twitter, Facebook e outras redes de relacionamento. Esse procedimento é conhecido como a influência da blogsfera no mundo offline.

O mundo offline nada mais é que vida real, aquela em que se interage fisicamente com qualquer situação e pessoas. Já o mundo online é aquele que acontece através da tecnologia, no qual as interações ocorrem via Internet e lá existem pessoas que fazem sucesso por causa do conteúdo que postam em seus blogs, redes sociais, etc.

Para entender a dimensão da influência desse mundo online no offline basta olhar a prateleira de doces de um supermercado até encontrar uma bala Mentos com o sabor apenas de morango. Só é possível encontrá-la, porque a marca escutou uma cliente via mídias sociais. Foi com um trabalho de captação online que a marca visualizou o comentário de Lia Camargo, do blog Just Lia, acompanhou a grande repercussão e quanto outros clientes compartilhavam da mesma opinião de Lia para elaborar o novo produto. “A gente enxerga isso como o principal trunfo das redes sociais: o poder de estabelecer uma conversa franca entre a marca e seus fãs”, diz o gerente de novos negócios da Social Agency, Samuel Sholl.

Se voltarmos os olhares para o cliente a fala da blogueira exemplifica muito bem esse processo. “Eu fiz um tweet falando que por mim só teria a bala rosa na embalagem daquela Mentos que vem com os três sabores e eu fui atendida. Tiveram várias pessoas que concordaram comigo e essas pessoas também foram atendidas agora”, disse Lia ao vídeo gravado pela Mentos.

E foi acreditando nessa conversa franca entre consumidor e empresa que a Nestlé resolveu, no meio do ano passado, relançar o chocolate Kit Kat. Há 15 anos a empresa havia comercializado o produto no Brasil e foi uma decepção em relação às vendas. Mas, após muitos pedidos via mídias sociais, a marca resolveu apostar novamente no produto e, dessa vez, as vendas não param de crescer. Mais um exemplo super atual sobre o poder do mundo online é o chocolate Lollo da Nestlé. A marca cita o saudosismo nas redes sociais como um dos principais motivos para, 20 anos depois, relançar o produto dos anos 80 com a mesma receita, embalagem, logo e slogan.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: