Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Notícias / 2011 / Outubro / O comunicador no trabalho em responsabilidade social e terceiro setor

O comunicador no trabalho em responsabilidade social e terceiro setor

Atividades que envolvem relacionamentos diversos, principalmente com a comunidade, tornaram-se especializadas e a procura por profissionais de comunicação é crescente

12/09/2011 17h23 - última modificação 08/08/2014 13h25

Marcelo Aversa, sócio-diretor da BSD Consulting

Luís Fernando Ossani, Airyn Vishnevsky e Érika Kamia

Foto: arquivo pessoal

 

As organizações do segundo e terceiro setor vêm se destacando por suas atuações e pelas atividades de relacionamento com a comunidade. A procura por profissionais competentes para tal função é grande, pois é preciso que essa pessoa tenha diversos conhecimentos que vão desde a boa e velha sociologia até jurídico, demonstração de resultados e naturalidade na atuação in loco. O comunicador vem sendo procurado pelas organizações para fazer esse tipo de trabalho, pois é visto nele atributos que garantem o sucesso dos projetos.


Com pouco tempo de atuação comparado às atividades públicas e privadas, hoje o terceiro setor mostra-se extremamente capacitado. De acordo com o sócio-diretor da BSD Consulting – consultoria especializada em sustentabilidade empresarial e comércio justo - Marcelo Aversa, os institutos e fundações já mantêm suas atividades alinhadas aos desafios e estratégias das empresas e muitas ONGs apresentando sistemas de gestão eficazes.


Para trabalhar com RSC e sustentabilidade empresarial, para Aversa, “o profissional precisa ter atributos como visão estratégica, foco em resultado, conhecimentos de gestão, abertura para novos conhecimentos e diálogo multidisciplinar, além de conhecimentos ‘humanos’ e sociológicos para efetivar o relacionamento com a comunidade”. Conhecimentos como estes que estão moldando os currículos dos comunicadores.


Uma forma de demonstrar o quanto o setor se destaca, em premiações como a do Instituto Ethos e Aberje, é crescente os cases voltados para o relacionamento com a comunidade que são apresentados por relações públicas, jornalistas, publicitários e reconhecidos pela excelência. Marcelo aproveita para complementar que a base da Responsabilidade Social Corporativa e desenvolvimento social comunitário é o relacionamento, e isso também é a base da formação do comunicador, portanto ele tem muito o que contribuir.


Aos futuros comunicadores e apreciadores destas áreas, Marcelo Aversa deixa uma importante dica. “O profissional de comunicação que tiver uma visão estratégica, conhecimento de business e conhecimentos para o relacionamento com comunidade (teoria e experiência de vida) será muito disputado pelo mercado.”

 

Conheça Marcelo Bertini Aversa
Formado em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas pela UEL (Universidade Estadual de Londrina), com especialização em Recursos Humanos pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), Mestrado Profissional em Gestão Estratégica: Gestão Pública, Responsabilidade Social e Terceiro Setor pela UDESC (Universidade Estadual de Santa Catarina) e Mestrado Executivo em Desenvolvimento Sustentável pela EOI (Escuela de Organización Industrial de Madri).
Desde sua graduação, trabalha na área de RSC. Seu interesse pela área foi importante para definir a temática do TCC, que já foi relacionado à área, na implantação de um caso prático de RS na empresa Sercomtel de Londrina que resultou no Prêmio Intercom, ABRP e como finalista do Prêmio Ethos 2ª Edição.
Atualmente é sócio e consultor da BSD Consulting Brasil, consultoria especializada em sustentabilidade empresarial e comércio justo, que possui 12 anos de experiência no Brasil e oito unidades na América do Sul, EUA, Europa e Ásia.

 

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: