Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Notícias / 2011 / Outubro / Jovens procuram intercâmbio para adquirir fluência em idiomas estrangeiros

Jovens procuram intercâmbio para adquirir fluência em idiomas estrangeiros

Só falar não basta, esta cada vez mais usual os brasileiros sairem do país para aperfeiçoar-se em línguas estrangeiras

12/09/2011 17h23 - última modificação 08/08/2014 13h25

Ana Paula Dândalo, Agente de Intercâmbio da Central de Intercâmbio

Bruna Luiza Roiz, Gabriele Fernandes Menegheti, Isadora Climaco de Freitas e Silva

Cada vez mais tem se tornado imprescindível o conhecimento e domínio de um segundo, terceiro e até quarto idioma. Os poliglotas tem sido o diferencial das grandes empresas e, sendo assim, cada um tem procurado da forma mais adequada para si, meios para aprimorar essa fluência em línguas estrangeiras.

 Essa busca não tem sido mais apenas por gosto, mas sim por necessidade. O mercado tem cobrado o uso de outros idiomas. Em muitos processos seletivos esse já um quesito básico de corte nas grandes empresas. E por isso, em sua grande parte, os jovens, tem procurado por agências de intercâmbio cultural para conseguir fluência. “O principal motivo é o desenvolvimento do inglês, seguido pela experiência internacional. A procura aumentou bastante, principalmente para intercâmbio no Canadá e Austrália”, afirma Ana Paula Dândalo, da Central de Intercâmbio de São Bernardo do Campo. Ana ainda completa que a maior demanda é entre os jovens de 17 até aos 34 anos.

 Com valores de pacote fechados, essas agências dão segurança aos clientes de que eles farão viagens seguras, de conteúdo completo e que nada ocorrerá fora dos planos feito no país de origem. Entre os países mais procurados pelos futuros viajantes estão: EUA, Canadá, Inglaterra e Austrália. Existem também os que estão entre os de mais fácil acesso, já que não precisam de visto para entrar no país por estadias de até 90 dias, e são os países da Europa e a África do Sul. Depois do inglês, o espanhol é o idioma mais procurado.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: