Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Nosso Campus / O princípio da Universidade Metodista

O princípio da Universidade Metodista

O princípio da Universidade Metodista

27/09/2017 23h55 - última modificação 27/09/2017 23h53

Centro de Memória da Metodista em prédio construído em 1941

Kauê Rocha
Thiago Alves
Foto: arquivo pessoal


A Universidade Metodista de São Paulo sempre foi sinônimo de referência em diversas áreas da educação. Carrega consigo uma história rica, entre elas se destaca a do edifício construído no campus Rudge Ramos, em 1941, sendo totalmente finalizado em 1947, e que foi nomeado Alfa.

No alfabeto grego a palavra Alfa indica o início, e na Metodista não é diferente. Esta edificação foi a primeira a receber um curso superior na cidade de São Bernardo do Campo, abrigando a Faculdade de Teologia em 1942.

Hoje em dia, funciona no edifício Alfa o Centro Otília Chaves e o de Estudos Wesleyanos; a coordenação de pesquisa, dos cursos de especialização e de cursos livres; o Curso Teológico Pastoral (CTP) e a área de projetos institucionais. Nele também estão localizados o arquivo histórico da Igreja Metodista, o Museu Guaracy Silveira e o Centro de Memória Metodista (CMM).

A gestora de documentos de arquivo do edifício Alfa, Glaucia Regina Dias, informou a importância do edifício em questão para a universidade: “Por ser o edifício mais antigo da universidade, o Alfa abriga diversas histórias desde o início da fundação da Metodista”.

Ela também relatou as sensações em ter uma edificação tombada pelo município como patrimônio histórico dentro do campus: “Temos a história e as tradições preservadas, todas as conquistas disponibilizadas para que todos possam desfrutar de um ensinamento completo sobre os antepassados da universidade”.

 

 

Comunicar erros