Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Nosso Campus / De sete Faculdades, UMESP passará a ter cinco Escolas

De sete Faculdades, UMESP passará a ter cinco Escolas

Instituição de ensino espera trazer avanços significativos

30/10/2015 00h12

Douglas Cruz
Guilherme Piai

A estrutura organizacional da Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) se tornou foco de discussões desde o final de 2013 até ser aprovada pelo Conselho Universitário no final de 2014.  Essa transição já está sendo realizada, dois anos depois dos planos serem iniciados. Válida a partir de janeiro de 2016, as então Faculdades passam a se tornar Escolas.

Para os alunos essa mudança trará inúmeras vantagens, mais flexibilidade e uma importante manutenção dos programas de ensino superior para o desenvolvimento e avanço da universidade. Segundo Fernando Ferreira, mestre em Teoria e Ensino da Comunicação e coordenador do curso de Publicidade e Propagando da Universidade, “um dos principais motivos que leva a essa alteração é por conta das mudanças que nós estamos observando nas questões das constituições de conceitos. Assim como o avanço das tecnologias, há cada vez mais uma necessidade de integração das áreas”.

Com a mudança do estatuto, a Universidade irá oferecer aos estudantes uma oportunidade de poderem trabalhar de forma mais próxima com colegas de outras áreas de conhecimento. Ainda de acordo com Fernando, “atualmente vivemos uma fase de transição por conta das facilidades tecnológicas, os atuais graduandos serão os futuros profissionais, então por esse motivo esse ajuste parte de agora”.

Uma das outras alterações diz respeito à organização: de sete faculdades a nova estrutura prevê a composição de cinco escolas, cada uma sob direção de um profissional: Escola de Teologia; Escola de Comunicação, Educação e Humanidades; Escola de Ciências Médicas e da Saúde; Escola de Engenharias, Tecnologia e Informação e a Escola de Gestão e Direito. 

Comunicar erros