Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Nosso Campus / Curso de Jogos Digitais: o promissor mercado de games e suas inovações

Curso de Jogos Digitais: o promissor mercado de games e suas inovações

A Universidade Metodista disponibiliza novo curso no segundo semestre de 2015

29/10/2015 23h22

Leandro Yanaze, coordenador do curso de Jogos Digitais. Foto: Laura Amira

Thamires Quelhas
Laura Amira

Diferente do vídeo-game convencional, jogado em televisores, o jogo digital é muito mais abrangente. No curso de Jogos Digitais o aluno cria e desenvolve jogos eletrônicos para computadores, celulares ou tablets. É capaz de produzir games educativos, aplicativos, interativos publicitários e empresariais, e para isso, analisa as tendências no mercado e do público-alvo destinado com uma visão estratégica.

O profissional de design de games é responsável pelos roteiros, cenários, das tecnologias da modelagem e da linguagem multimídia, que integram som e imagem. Instala programas e sistemas de computador para jogos de diferentes plataformas, criando recursos gráficos e redes para o desenvolvimento dos jogos.

Com dois anos e meio de duração, o curso é semipresencial com encontros entre alunos e professores toda semana via internet, com um encontro presencial a cada quinzena aos sábados, utilizando um laboratório de informática dentro da Universidade Metodista.

Todo fim de semestre há um trabalho temático em grupo chamado PAP (Projeto de Ação Profissional), para que os alunos criem um protótipo de jogo, sendo um diferencial das demais Universidades. A criação do curso surgiu a partir de um projeto do professor Sérgio Dassiê, e é uma divisão entre a Faculdade de Comunicação e a Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas, com professores de engenharia ensinando a lógica de programação e toda parte de design de comunicação, como criar um personagem, animá-lo, modelar um ambiente e entre outros.

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o setor brasileiro de games cresceu a uma taxa de 30% nos últimos anos. “A procura do curso está aumentando cada vez mais, e por ter a facilidade de ser semipresencial, notamos que as pessoas estão dando preferência a essa opção e trazendo interesse para o curso”, contou o Coordenador do curso, Leandro Yanaze.

“Nossas experiências de vida mostraram que existe um mercado muito forte no Brasil, para pensar na linguagem de jogos no game design. Tínhamos essas competências aqui, e então surgiu a ideia de desenvolver um curso que pudesse capacitar também os alunos a desenvolvê-las, numa união de programação com comunicação”, concuiu.

Em questão de crescimento e expectativas para o mercado, Leandro se mostra otimista e conta que a área de Jogos Digitais tem uma área de consumo muito grande. Em termos de uso o mercado brasileiro está em 4º lugar, porém em termos monetários estamos em 11º. Por isso, entendemos que é uma ótima oportunidade, é um mercado atraente e que vai ter um crescimento muito grande.

Com isso, o mercado de games é um dos poucos que se manteve estável, e inclusive já passou o cinema, há mais de quatro anos, e indica prosperidade no ramo.

Comunicar erros