Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Nosso Campus / Bolsas universitárias: os dois lados da moeda

Bolsas universitárias: os dois lados da moeda

Universidade Metodista disponibiliza mais de mil bolsas, por meio do Programa Bolsa Social

05/11/2014 22h21

Busque a realização de seus sonhos

Fernanda Venciguerra
Lorena Kajino

 A Universidade Metodista de São Paulo (UMESP), por ser uma instituição confessional e filantrópica, sempre busca promover a inclusão social e uma formação de qualidade para todos. Com isso em mente, oferece programas de bolsas para seus alunos e futuros calouros.

Um desses programas é o Bolsa Social Metodista, onde a Universidade oferecerá, esse ano, 1,6 mil bolsas de estudo para cursos de graduação que serão válidas para o processo seletivo – 1º semestre de 2015, para cursos presenciais e à distancia (EAD). As inscrições para os cursos EAD vão até o dia 07 de novembro, e para o presencial até dia 14. Poderão se candidatar a bolsa aqueles que prestaram  o Enem entre os anos de 2010 a 2013, e para  quem for prestar este ano. As inscrições para a segunda etapa começarão a partir da divulgação do resultado do Enem. Para os cursos presenciais são oferecidas bolsas integrais e parciais, já para o ensino à  distancia somente integrais, e elas podem variar de acordo com a renda da família.

Os interessados devem se inscrever no Portal Metodista e seguir os critérios, disponíveis no Edital que pode ser acessado pelo site da Universidade   (http://portal.metodista.br/financeiro/bolsas/editais/bolsa-social-metodista).

A Universidade tem como prioridade programas de bolsa para aqueles que sonham em se formar mas, devido a sua renda familiar, encontram dificuldades. Muitos alunos conseguem realizar esse sonho devido a esses programas que estão disponibilizados, porém nem todos conseguem ou se encaixam nos critérios descritos acima, além de muitas vezes desconhecerem que elas existem.

A aluna do 4º semestre de Psicologia, Jéssica Ueda, diz que as opções de bolsa são muito limitadas e são pouco divulgadas e que a faculdade deveria oferecer mais opções, pois a cada ano as mensalidades aumentam e isso não é justo com os alunos que possuem uma renda um pouco maior que aquela que a faculdade julga ser necessária para obter o benefício.

Comunicar erros