Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Mundo Corporativo / Recursos Humanos e Comunicação Interna precisam trabalhar em conjunto

Recursos Humanos e Comunicação Interna precisam trabalhar em conjunto

Estratégia corporativa proporciona resultados positivos e boas práticas no ambiente organizacional

01/10/2015 23h45 - última modificação 08/10/2015 22h39

Renata Lírio atua há 14 anos na área de Recursos Humanos. Foto: Paulo Malavolta

Jaqueline Párus
Victor Accioli

O modelo de Comunicação Organizacional das empresas vem se adaptando às novas formas de relações humanas e ganhando cada vez mais espaço dentro das companhias. Uma estratégia corporativa que torna eficiente a interação com os funcionários é aproximar dois setores essenciais para exercer as melhores práticas de trabalho: recursos humanos e comunicação interna.

Renata Lírio, profissional formada em gestão de recursos humanos pela UNINOVE e que atua há quatorze anos na área, explica a função do RH e a importância da atuação estratégica junto ao setor de comunicação interna, para disseminar as diretrizes organizacionais e garantir o cumprimento de normas e procedimentos.

Para Lírio, a área de recursos humanos incentiva os funcionários a alcançarem seus objetivos: “O RH ideal deve atuar de forma transparente e próxima de seus colaboradores, sendo o canal disponível para que se sintam acolhidos na empresa. É importante atender as necessidades de cada um deles deixando claras todas as regras do jogo”.

Para que isso aconteça, a profissional afirma que a área de comunicação interna participa efetivamente de todo esse processo, atuando de forma integrada com o RH, potencializando suas ações e gerando valor para a organização.

Em diversas empresas, a comunicação interna exerce uma função isolada, tendo pequenos contatos com o setor de Recursos Humanos, podendo comprometer a execução do plano estratégico, uma vez que a área de comunicação interna exerce um papel essencial na disseminação das práticas, políticas e objetivos trabalhados dentro da Organização.

De acordo com Renata, as duas áreas em questão deveriam ser unificadas: “a área de comunicação interna deveria ser mais um subsistema de RH e não somente uma área parceira. Acredito que esta seja a melhor forma de traduzir o sentimento da organização aos colaboradores”.

Este elo, porém, se torna inviável quando as áreas esquecem seu objetivo principal e competem entre si. Neste contexto, Renata Lírio descreve o papel da liderança como imprescindível para conduzir os setores a trabalharem alinhados e com foco em seu objetivo: “disseminar a estratégia de negócios da melhor forma para os colaboradores”.

A boa relação entre as áreas de recursos humanos e comunicação interna proporciona uma familiarização dos colaboradores com as condutas e diretrizes da cultura organizacional. Lírio exalta a integração corporativa para bons resultados: “Uma política de comunicação eficiente contribui para que a empresa fale a mesma língua. Isso facilita o cumprimento dos objetivos, reflete na produtividade da empresa e no ambiente organizacional”.

Comunicar erros