Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Mundo Corporativo / O mercado em busca de jovens aprendizes

O mercado em busca de jovens aprendizes

O desafio que as empresas possuem na hora da contratação

06/09/2017 23h34

Aprendizes formados pela Instituição ESPRO.

Fernanda Pereira
Gabriele Guedes
Foto: Instituição ESPRO

O motivo principal para a contratação de aprendizes está no aspecto significativo de inserir os jovens iniciantes no mercado de trabalho. Possibilitar que ingressem em seu primeiro emprego é uma oportunidade de gerar transformação social ao jovem e à sua família por meio da geração de renda e da evolução deste jovem como futuro profissional.

 A contratação de um novo funcionário é uma função que exige uma análise mais rigorosa da empresa, pois é necessário avaliar cada candidato criteriosamente, podendo assim descobrir se as características se enquadram com os objetivos da instituição.

Com a regulamentação da Lei Aprendiz, as empresas têm como por obrigação contratar esses jovens que estão entre os 14 e 24 anos. A regulamentação serviu para que empresas tivessem uma visão diferente do aprendiz, descobrindo que a falta de experiência traz uma pessoa sem vícios e que pode se adequar ao ritmo de uma função ou aos objetivos da empresa, tendo também possibilidade de poder moldar este funcionário de acordo com as necessidades da empresa e garantir que as demandas sejam atendidas da melhor maneira possível.

O processo de aprendizagem traz benefícios para a empresa também porque estimula conhecimento e autoestima ao jovem. Ele será um profissional adequado aos valores e missão propostos e, por isso, tem um grande potencial de crescimento na organização podendo ser alocado em novas funções e cargos, reduzindo processos seletivos e treinamentos.

Cinthya Gurmandi, supervisora educacional do curso profissionalizante da organização ESPRO, que capacita esses jovens para o mercado de trabalho com a missão de promover inclusão social por meio de ações socioeducativas, acredita que “o diferencial dos jovens atuais que estão ingressando no mercado de trabalho, é a preparação oferecida por instituições deixando-os prontos para desafios dentro da empresa”.

Ela ainda afirma que há muita exigência das empresas que os procuram, tais como aspectos comportamentais; comprometimento (assiduidade e participação), iniciativa, flexibilidade, trabalho em equipe, motivação e aspectos técnicos: boa comunicação e bons conhecimentos em tecnologia”.

 Mas todas essas exigências fazem com que as instituições almejem profissionalizar e efetivar aprendizes, pois muitas delas possuem plano de carreira oferecendo oportunidades. Ou seja, é vantajoso para o mercado o aprendiz pois eles possuem motivação para cada oportunidade dada e facilidade em cursar uma formação que se adeque às exigências da empresa. 

 

Comunicar erros