Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Mundo Corporativo / Mundo Corporativo, um cenário de competições

Mundo Corporativo, um cenário de competições

Apesar das dificuldades do mercado, Beverlei está há 30 anos na mesma empresa

30/10/2014 00h22

Beverlei Fernandes, supervisora da loja da multinacional Wheaton

Nathalia Maciel
Marina Fernandes 

No cenário atual, está claro que o início de qualquer carreira é um trajeto bastante complicado. Ainda mais por conta da super competição globalizada em que vivemos, já que a expectativa de vida e prosperidade das organizações é determinada pela capacidade de se adaptar ao ambiente em evolução contínua. Neste mundo competitivo, torna-se comum vermos pessoas que não medem esforços para conquistar o que desejam, mesmo que isso custe causar prejuízos aos próprios colegas de trabalho.

Apesar de o ambiente ser uma eterna concorrência, é sempre bom lembrar que no “jogo corporativo”, não há apenas dissimulações, falsidades e máscaras. Existem também pessoas que são exemplos de superação no mercado de trabalho. Essas são aquelas que realmente correm atrás do sucesso por meio de suas próprias recompensas e reconhecimento profissional.

Beverlei Fernandes, supervisora da loja da multinacional Wheaton, empresa que fornece embalagens de vidro a diversos segmentos, está há mais de 30 anos na organização e é um grande exemplo de determinação e superação.

“Assumi a Loja aos poucos, hoje sou a supervisora responsável e, depois de seis anos, posso dizer que ela tem vida própria, com um bom faturamento. Aprendi muito aqui, desde os processos operacionais de um ponto de venda, compras, marketing de produto, estoque, arrumação, enfim, um pouco de tudo”, diz a supervisora.

Mesmo com mais de 30 anos de carreira, trabalhando também em outros setores e inclusive no endereço antigo da Wheaton, é possível perceber que Beverlei é uma mulher versátil, que continua crescendo e evoluindo profissionalmente. Ela prova que o mundo corporativo é uma constante luta em que muitos ainda saem vitoriosos.

Beverlei nos deu como dica, para manter um bom ambiente de trabalho: “Tenho um temperamento com o qual se eu discutir apenas uma vez com alguém, não conseguiria mais trabalhar com a pessoa, então procuro evitar desentendimentos!”.

 

Comunicar erros