Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Mundo Corporativo / Brasil, ótimo investimento com longa burocracia

Brasil, ótimo investimento com longa burocracia

Cristiano Monteiro conta as dificuldades para abrir uma empresa no país

02/10/2014 01h43

Brenda Luppi
Gabriela Teixeira

O Brasil é um grande precursor na chegada de grandes marcas estrangeiras, por tratar-se de um país com desempenho financeiro comparativamente melhor aos outros países, atraindo investidores internacionais durante a época de crise econômica. Como o caso da empresa americana Darden que firmou parceria com a brasileira International Meal Company, responsável pela expansão de suas marcas no país, como o Red Lobster.

A decisão de ampliar a marca para o Brasil foi tomada a partir de pesquisa realizada na Flórida, estado que abriga o primeiro restaurante da linha, onde foi visto que 70% de seus clientes são brasileiros criando interesse no país. Por si só, a situação impossibilitaria qualquer tipo de resistência de seus novos clientes, mas os processos burocráticos do país não mostraram a mesma hospitalidade dos brasileiros.

Bar Red Lobster Brasil“São necessários mais ou menos 13 procedimentos para trazer a empresa para o Brasil, o que desacelerou o processo de abertura. Todas as partes dos processos demoram demais, são muitos papeis a preencher, diferente do que eles estão acostumados lá fora”, conta Cristiano Monteiro, gerente e procurador responsável pela marca no Brasil. Para ter a licença de funcionamento grandes empresas tendem a esperar 180 dias e pequenas empresas 152. Esses processos levam o Brasil a ser um dos poucos países a demorar mais de 100 dias para abertura de uma empresa.

 O Brasil tem grande potencial para abrigar as empresas que estão chegando, porem a burocracia encontrada na abertura de empresas acaba desanimando novos investidores. O numero atual poderia ser triplicado caso os processos não levassem tanto tempo, o que alavancaria a economia do país.

Comunicar erros