Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Carreiras e Tendências / Trabalhar na Disney é uma opção de intercâmbio única

Trabalhar na Disney é uma opção de intercâmbio única

Universitários podem trabalhar em Orlando durante 3 meses durante as férias

29/10/2015 22h41

Rodrigo trabalhou no Magic Kingdom, parque da Disney Fonte: arquivo pessoal

Caroline Almeida
Kamila Sombra
 

Quem já não foi para a Disney, tem no mínimo vontade de conhecer esse lugar que é descrito por muitos como a “terra da magia”. E trabalhar na Disney, parece algo muito distante? Conheça agora o Disney Cultural Exchange Program, o ICP, ou CEP em sua nova nomenclatura.

É um programa de trabalho remunerado nos parques e hotéis do complexo Walt Disney World® Resorts, em Orlando, Flórida. Ocorre durante os meses de novembro e fevereiro, férias aqui no Brasil, o que permite que os universitários possam vivenciar o estilo de vida americano sem prejudicarem seu curso superior.

A seleção é feita somente pela agência STB e tem início no mês de maio. É um processo longo, com duas fases e em cada uma dessas fases uma palestra. Rodrigo Roccos, estudante de administração da FMU e ex cast member (membro do elenco, nome dado aos funcionários do parque) diz que “ambas as entrevistas foram bem rápidas (a primeira em trio e a segunda individual) e os entrevistadores sempre tornam a conversa bem informal, mesmo que você esteja vestido de social e super ansioso e tenso. ”

Para participar do programa, é necessário ter no mínimo 18 anos, inglês fluente, ser estudante universitário em curso presencial reconhecido pelo MEC, estar apto a morar com participantes de diferentes países e culturas e ser extrovertido, alegre e flexível. Rodrigo passou para uma de suas primeiras opções, Custodial, que são os responsáveis pela limpeza do parque, e são sempre a primeira opção de contato do turista, seja para pedir um favor, uma indicação ou uma informação.

Além de todas as vantagens que um intercâmbio traz, fluência no idioma, amadurecimento e melhorar o currículo, trabalhar na maior e mais mágica empresa de entretenimento do mundo traz muito mais.

“Já fiz um intercâmbio para o Canadá e a experiência é completamente diferente. Nós criamos a magia no parque o tempo todo, seja indicando uma atração, substituindo um sorvete que acabou de cair, pedindo um autógrafo a uma criança vestida de princesa, ou simplesmente sorrindo. Trabalhar em um lugar tão mágico é uma experiência única e indescritível, fiz amigos que sei que vão ficar para a vida toda, e com certeza algumas das melhores lembranças da minha vida foram lá”, conclui Rodrigo.

Comunicar erros