Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Carreiras e Tendências / Metodologia blended learning chega ao Brasil

Metodologia blended learning chega ao Brasil

Ela permite a integração de alunos em vários níveis

24/09/2016 01h32

Beatriz Bressani, professora da Wizard

Lucas Amorim

A franquia Wizard Escola de Idiomas é uma das pioneiras a introduzir o blended learning no Brasil com o nome “Way Class”. A ideia surgiu de alguns franqueados que propuseram para a matriz a ideia por conta do baixo índice de matriculas no meio dos semestres.

Mas o que é o blended learning? É uma metodologia em que o aluno possui autonomia ao estudar, ele estuda por conta um material e um professor apenas avalia o rendimento do aluno.

Além disso, há a integração entre estudantes em nível mais baixo e mais avançado, onde quem está mais à frente revisa e quem está mais atrás é “alavancado” pelo outro aluno.

A Wizard introduziu o blended learning em suas franquias com a caneta falante, onde o aluno passava a caneta no livro e ela passava uma aula sobre determinado tema. Com o sucesso da caneta falante, a matriz aprimorou a metodologia para o curso Way.

Com o Way, o aluno pode começar o curso em qualquer época do ano, proporcionando ao cliente um curso que se encaixa nos seus horários. O aluno recebe um livro com a proposta da aula, e em sala, ele usa um tablet para escutar um professor virtual que o auxiliará nas atividades.

A avaliação desse aluno é feita por um professor que passa uma média de 10 minutos da hora aula com ele para tirar dúvidas e avaliar o seu rendimento. Além disso, todas as aulas propõem uma integração com um colega onde o aluno poderá praticar o que aprendeu com outra pessoa não necessariamente no mesmo nível.

Segundo Denise Delegá, diretora da Wizard Demarchi em São Bernardo do Campo, o blended learning fornece ao aluno uma autonomia que ele não possui em uma sala de aula comum, pois ele segue o seu ritmo e não o da turma, portanto, um aluno que possui facilidade de aprendizado pode avançar na matéria enquanto um aluno com maiores dificuldades pode revisar a matéria várias vezes antes de prosseguir.

Beatriz Bressani, uma das professoras da Wizard, afirma que o método Way apesar de dificultar o trabalho do professor, pois está auxiliando e avaliando alunos em diferentes níveis, é excelente

Beatriz e Denise pensam que o futuro da educação brasileira será o blended learning, pois julgam ser uma metodologia eficiente. “Ainda há o que melhorar, pois as aulas poderiam conter vídeos além dos áudios, porém é algo que está crescendo muito e muitas das turmas tradicionais estão migrando para o Way”, afirma Beatriz.

Comunicar erros