Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Carreiras e Tendências / Disciplina x Liberdade

Disciplina x Liberdade

De Baby Boomers a Geração Y, como trabalhar com diferentes gerações

05/11/2014 22h01

Gabriela Bocalini
Greta Bueno

Não é desconhecido que a integração entre diferentes gerações trabalhando juntas vêm intrigando o mundo corporativo e aqueles que nele pretendem entrar. Michele Costa, de 34 anos, analista comercial, é liderada por uma pessoa mais nova e afirma que trabalhar com alguém mais novo é bem interessante: “Eles possuem uma visão mais ampla de tudo, o que faz com que o trabalho se torne mais motivador”.

Principalmente com a evolução tecnológica ficou cada vez mais complexo achar soluções para que todas as pessoas consigam trabalhar em um ambiente confortável e que não sejam inibidas pelo trabalho em equipe. A adaptação também é fundamental, conforme relatou Michele: “Tive que me adaptar em alguns pontos. Por ter trabalhado em outras empresas mais estabelecidas no mercado e com pessoas mais velhas, já havia processos bem definidos e pessoas mais rígidas”.

Para caracterizar as diferentes faixas etárias, há tempos se definiu nomenclaturas específicas para identificar as gerações e conhecer melhor as características de cada uma:

• 1920 a 1945 – Veteranos: Crescidos entre duas grandes guerras mundiais tiveram sua personalidade, valores e princípios, moldados para a dedicação, sacrifício e a obediência pela hierarquia.

•       1946 a 1960 - Baby Boomers: Abominaram a guerra e pregaram um mundo de paz. Criadas pela geração anterior tiveram uma educação rígida, com disciplina e respeitando a hierarquia. Possuem foco no trabalho e por isso frequentemente são chamados de workaholics. Tendem também a serem fiéis à companhia para a qual trabalham

• 1961 a 1980 “Geração X”: filhos dos Baby Boomers, as pessoas nascidas nesta época foram criadas com mais liberdade. Talvez seja a geração que mais busca reconhecimento profissional. Valorizam o trabalho e a estabilidade financeira, costumam ser independentes e empreendedores.

• 1981 a 2000 “Geração Y”: Têm uma personalidade ainda mais questionadora que a geração anterior, não prezam hierarquias, buscam informações em diversas fontes e são mais impulsivas. Possuem grande influência da tecnologia e facilidade de adaptação a essas novidades. Buscam equilíbrio entre a vida pessoal e profissional

Segundo Michele as diferentes gerações trabalhando juntas só tem a acrescentar: “É ótimo! Existe a oportunidade de trocar experiências e se atualizar profissionalmente. Às vezes, como somos mais velhos, não abrimos muito a mente para as inovações do mundo e um jovem consegue nos mostrar essa nova realidade, como se fosse uma reciclagem. Enquanto a pessoa mais velha pode oferecer muita experiência aos mais novos”.

Por essa razão é que as companhias buscam cada vez mais criar políticas, adaptar o ambiente e promover o trabalho entre diferentes indivíduos. Todas essas características podem muitas vezes ser conflitantes já que as diferentes gerações não compartilham dos mesmos valores, princípios e objetivos. Porém não basta apenas o esforço da companhia é preciso também o esforço de cada indivíduo.

Comunicar erros