Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Carreiras e Tendências / Cresce no Brasil o turismo regional

Cresce no Brasil o turismo regional

A procura por viagens dentro do país segue em alta

30/08/2017 23h55 - última modificação 31/08/2017 00h04

Marcelo Silva, proprietário da agência de turismo 777tur

Beatriz Serein
Larissa Tardoque
Foto: arquivo pessoal

Uma das tendências de 2017 na área de turismo é se concentrar na regionalidade. A busca por viagens a lugares próximos estará em alta como resultado da instabilidade econômica dos últimos tempos.

Segundo o site Hotel Urbano, a procura pelos destinos nacionais cresceu 50% em relação ao mesmo período do ano passado, sendo que algumas cidades tiveram aumento de interesse de até 200%.

O destino mais procurado no Brasil segundo a companhia aérea Latam é Natal, capital do Rio Grande do Norte. Conhecida pelas suas belezas naturais para todos os gostos, a cidade proporciona aos seus visitantes momentos únicos e inesquecíveis em paisagens deslumbrantes ao visitar dunas, piscinas naturais e praias paradisíacas que ficam mais longe do centro, como a Praia de Pipa.

Além deste destino há muitos outros que estão em alta e são as apostas do turismo neste ano. Os trajetos mais procurados nas agências de viagens são: Rio de Janeiro, Santa Catarina, Porto Seguro, Maceió, Campos de Jordão, Porto de Galinhas e Salvador.

“Há diversos meios de otimização de tempo e de retenção de gastos, quando se trata de turismo. Para procura de passagens e de reservas de hotéis sempre indicamos realizar pesquisas com antecedência sobre horários de voos, destinos, hotéis e passeios turísticos. Com este planejamento fica muito mais fácil encontrar passagens e pacotes promocionais”, afirma Marcelo Silva, proprietário da agência de turismo 777tur.

O brasileiro tem notado que há muito a ser explorado no turismo nacional, assim valorizando a sua própria terra ao invés de planejar férias internacionais. Adquirindo conhecimento, conhecendo lugares incríveis e o melhor, dentro do nosso Brasil.

 

 

 

Comunicar erros