Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Carreiras e Tendências / Cresce a procura por Marketing Jurídico no mercado

Cresce a procura por Marketing Jurídico no mercado

Profissionais da área são valorizados com uma carreira promissora

24/09/2016 00h55 - última modificação 24/09/2016 00h50

Alexandre Motta, especialista em marketing jurídico e consultor

Elisabeth Yamada
Natalia Jairis
Foto: arquivo pessoal

De acordo com pesquisas recentes realizadas pela Thinkstock, em 2015, e publicadas na revista “Veja”, a graduação em Direito ocupa a primeira posição no ranking de cursos superiores mais procurados no Brasil, fazendo com que o meio jurídico tenha grande concorrência na área. Para se destacar perante os demais, houve uma mudança por parte dos escritórios a fim de compreender os reais desejos do cliente e também, entender como fazer com que o relacionamento com o cliente e com o mercado se torne um diferencial.

Diante de um mercado competitivo e repleto de novos desafios, surgiu a necessidade de profissionalizar a gestão dos escritórios de advocacia. A partir disso, surge o marketing jurídico, que adapta o marketing de serviços à realidade jurídica, respeitando o código de ética do setor que possui restrições para essa atuação.

Segundo Alexandre Motta, consultor e sócio diretor da Inrise Consultoria em Marketing Jurídico, empresa atuante em São Paulo, “o maior ponto evolutivo talvez seja o despertar de muitos advogados para a necessidade de atuação nesta esfera”.  

Isso mostra um mercado promissor para profissionais que desejam se especializar na área, já que segundo Alexandre, profissionais qualificados em marketing jurídico hoje são raros e tem a tendência de serem disputados pelo mercado. O marketing jurídico une o desenvolvimento de relacionamentos duradouros e proveitosos com clientes em potencial e o mercado, com o objetivo de gerar oportunidades e negócios.

O especialista afirma que o maior desafio é fazer com que o advogado se comprometa com as atividades de marketing, que necessitam de disciplina e esforço extra. Por isso, implementar estas ações no dia a dia e rotina de muitos escritórios ainda é uma tarefa difícil, a medida em que ainda existem advogados que enxergam o marketing como uma despesa e não como um investimento.

Para que estratégias e técnicas comunicacionais sejam bem-sucedidas, o que exige um formato de atuação e ferramentas diferentes para cada caso, é necessário pensar estrategicamente, focando sempre no relacionamento com os clientes e na credibilidade. Escritórios que trabalham corretamente sua imagem e seu relacionamento com os clientes, certamente se destacam perante os demais.

Comunicar erros