Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Carreiras e Tendências / Carreiras em alta em tempos difíceis

Carreiras em alta em tempos difíceis

Mesmo em crise, há profissões que continuam sendo contratadas como forma de estratégia

24/09/2016 01h06

Carlos Magno, Supervisor na Consulcred Recuperadora de Ativos

Carolina Deco
Mayara Amorim
Foto: Carolina Deco

O Brasil vive um momento de instabilidade na economia, que dificulta o cenário comercial das empresas e consequentemente esses resultados negativos refletem na busca por profissionais, ocasionando a maior taxa de desemprego desde 2012, atingindo 11,6% no trimestre encerrado em julho, segundo dados do IBGE.

Carlos Magno, estudante de RH e que atualmente trabalha como Supervisor na empresa Consulcred Recuperadora de Ativos, destaca que "as empresas culpam a crise pelos problemas, mas mesmo com o mercado recessivo, muitas empresas ainda conseguem crescer e isso se deve ao planejamento que elas tiveram antes da crise se instalar no Brasil estando preparada para tal".

Ele diz que uma profissão que está estável "é recuperador de crédito, devido à instabilidade financeira, a inadimplência foi o que mais cresceu em nosso Pais”. Mas ressalta que “atualmente podemos destacar que todas profissões estão em baixa, visto que muitas empresas estão cada vez mais enxugando os cargos para diminuir custos”.

 Sendo assim, segundo Magno, "as empresas estão priorizando profissionais qualificados para atender as demandas de cada setor, comprometimento, e que acima de tudo sempre procuram surpreender seus líderes, e procuram crescer junto a sua empresa”. E ainda faz uma observação, que as empresas também devem fazer seu papel com campanhas motivacionais que possam garantir a estabilidade do colaborador, em meio à crise atual.

É natural que exista uma diminuição na contratação, já que neste período de crise, as empresas precisam reduzir custos para se manter no mercado. Neste cenário, o setor financeiro com cargos como os de controladoria e supervisor de custos, sofre menos com os efeitos, sendo profissões que estão em alta e que as empresas mais buscam neste período, já que são nestes profissionais que se pode encontrar possibilidades de ajustes no orçamento e de potencializar o caixa para continuidade do negócio.

Apesar do cenário econômico que afeta o Brasil, não são todas as empresas que estão em crise, e há possibilidades de crescimento para algumas profissões que são estratégicas para driblar a crise. Cargos ligadas à redução de custos, ganho de qualidade, novos negócios e prospecção de novos clientes são mais valorizadas neste período.

 É necessário enxergar oportunidades nesse momento, para exercer sua profissão e ajudar as empresas a enfrentar esse quadro atual, trabalhando para trazer investimentos as empresas e consequentemente benefícios para a economia do Brasil.

Comunicar erros