Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Carreiras e Tendências / A indecisão dos jovens na escolha da carreira

A indecisão dos jovens na escolha da carreira

O importante é evitar investir em uma profissão desmotivadora

08/10/2014 22h19

Nathalia Maciel
Nathalia Ferrentini

Escolher qual profissão seguir está entre os momentos mais importantes da vida da maioria das pessoas, principalmente para os jovens. As dúvidas sobre que área seguir envolvem preocupações com o mercado de trabalho, a competitividade no vestibular, pressão dos pais e até mesmo questões financeiras. Ao fazer a comparação com uma geração mais antiga, é possível perceber que o leque de profissões era bem menor, facilitando assim a escolha do estudante.

Enquanto, para alguns, a escolha de uma carreira não é nenhum mistério, para outros a decisão parece um verdadeiro pesadelo. Uma escolha errada pode resultar em uma carreira profissional desmotivadora e repleta de problemas que podem afetar também outras partes da vida, como por exemplo, a saúde.

Para a psicóloga, Rosana Piai, que aplica Orientação Vocacional, “a cultura em que vivemos incentiva que o jovem ao finalizar o ensino médio, inicie sua vida acadêmica, mas, muitas vezes ele não possui a maturidade emocional necessária.” Além disso, ela enfatiza que isso não significa que o estudante irá retardar sua conquista profissional, pelo contrário, este tempo pode ser determinante para uma escolha assertiva de sua carreira.

Atualmente, por termos uma grande quantidade de opções, o jovem se sente invadido e cobrado por todas as suas escolhas. Outro aspecto relevante é a pressão sofrida pelos estudantes em casa, já que os pais despendem de valores altos na educação dos filhos e a partir disso estabelecem um grau de exigência muito maior. Por este motivo, além de ficar em dúvida entre as muitas opções, o jovem também tem medo de fazer a escolha “errada” e decepcionar os pais.

“Apesar da cobrança que existe quando o jovem completa o ensino médio, não temos uma cultura que o ajude a explorar a questão principal para uma escolha profissional. Isso influencia na distancia que criamos entre quem parecemos ser e quem somos verdadeiramente. Porém, para fazermos uma escolha profissional mais coerente e honesta é importante sabermos quem somos, o que queremos, o que podemos e como deixaremos nossa contribuição, seja no micro ou no macro ambiente, ou seja, na minha profissão, na sociedade ou no planeta”, afirma a especialista.

Comunicar erros