Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RPCOM / Carreiras e Tendências / A Era Digital e a comunicação com simples imagens

A Era Digital e a comunicação com simples imagens

Cada vez mais, grandes marcas utilizam os emojis na forma de se comunicar

23/09/2016 13h55 - última modificação 23/09/2016 13h55

Teclado de emojis

Felipe Parini
Wictor Simões

Legenda: Teclado de emojis

Foto: Arquivo

As redes sociais têm se tornado o meio mais fácil de comunicação entre as pessoas. E com certeza você já deve ter usado ou recebido aquelas figurinhas simpáticas, que normalmente usamos para expressar mais rápido alguma emoção ou conceito mais complexo.

Em 2015, o termo “emoji” foi escolhido como a “palavra do ano” pelo Oxford Dictionary, e junto ao selfie como neologismo para definir a nossa Era Digital. Muitas das empresas que possuem páginas no Facebook ou perfil no Twitter tem utilizado os emojis para atender os clientes que possuem dúvidas, críticas, elogios. Essa comunicação inclui além dos emojis, os GIFs animados e vídeos curtos.

Para Mariana Graciolli, Planning & Creative Associate Exective da Burson Marsteller, por fazer parte do dia a dia das pessoas, as empresas estão aderindo ao uso dos emojis por ser uma forma “friendly”(mais íntima) de se aproximar de seus públicos. Para ela “é uma ideia de comunicação ousada e tem que ser muito bem planejada”.

Mariana ainda fala sobre a vantagem das empresas na utilização dos emojis: “A vantagem é que um simples emoji pode dizer muita coisa e como disse, milhões de brasileiros usam sem parar os emojis nas redes sociais, whatsapp, etc. Então é uma forma bem próxima de se comunicar”.

As empresas querem se comunicar e dialogar com as pessoas da mesma maneira que os clientes se comunicam com isso. E os emojis fazem parte de uma linguagem global, que até mesmo transcende idiomas.

Porém, com a empolgação da “novidade”, Mariana faz um alerta: “Apesar da maioria das marcas utilizarem os emojis, no geral, não podem ser utilizados de forma exagerada, pois pode soar uma comunicação forçada. Tudo que é exagerado, é ruim”.

 

Comunicar erros