Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / RH Energia / Notícias / Setor de Petróleo e Gás está aquecido e contratando, diz estudo

Setor de Petróleo e Gás está aquecido e contratando, diz estudo

11/08/2014 17h43

Notícia publicada em junho de 2014, no Diário do Grande ABC, mostra que o mercado de petróleo e gás está aquecido e necessitando de novos profissionais. Um dos grandes motivos para este aumento de demanda foi a abertura das licitações e leilões para exploração dos campos do pré-sal, no segundo semestre de 2013. 

Esta conclusão veio a partir de um estudo feito pela Michael Page Oil&Gas, empresa inglesa de consultaria e recrutamento especializado, presente em 34 países pelo mundo.

A grande demanda e pouca oferta de profissionais especializados está incentivando a base salarial do setor, variando de R$12 mil para um engenheiro júnior até R$ 50 mil para gerentes de plantas em alto-mar e de perfuração.

Outra pesquisa, também da Michael Page Oil&Gas, mostra a variação da base salarial de profissionais de 15 diferentes áreas que trabalham com petróleo e gás; desde administradores, engenheiros e geólogos até inspetores e gerentes regionais. A pesquisa foi feita entrevistando 75.000 trabalhadores brasileiros e está disponível para consulta em arquivo pdf aqui.

Segundo a Catho, profissionais do ramo ganham até 54% a mais do que a média nacional. Isso vale tanto para pessoas com nível superior quanto para pessoas de nível técnico. 

Alguns dos requisitos gerais para se trabalhar com petróleo e gás é ter fluência no inglês, fidelidade a empresa contratante e disposição para se mudar para outro país. 

Não deixe de conferir o site da Michael Page caso esteja procurando oportunidades de trabalho não só no setor de petróleo e gás quanto em setores da administração e engenharia.

 

Leia a notícia na íntegra no site do Diário do Grande ABC. 

Comunicar erros


X