Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Rádio, TV e Internet / Notícias / Documentário de ex-aluna da Metodista resgata histórias de moradoras que vivenciaram desenvolvimento do ABC

Documentário de ex-aluna da Metodista resgata histórias de moradoras que vivenciaram desenvolvimento do ABC

Produção reúne depoimentos e imagens históricas da região

22/02/2017 19h40 - última modificação 22/02/2017 20h27

Documentário conta desenvolvimento do ABC sob o olhar de moradoras. Imagem: Reprodução

Para os mais jovens é difícil imaginar a região ABC sem asfaltamento, grandes indústrias e trânsito intenso, mas os moradores mais antigos da região presenciaram tudo isso e guardam memórias da época em que as sete cidades ainda não representavam o polo industrial que conhecemos hoje.

Denise Szabo, formada em Rádio, TV e Internet pela Universidade Metodista de São Paulo, conta no documentário “Resgates ABC” a história da região por meio da visão de moradoras. Os relatos das avós a inspiraram criar o projeto: “uma delas é filha de Iugoslavos e a outra veio de Itabiana, interior do Sergipe. Elas sempre contavam sobre a São Caetano do passado, uma cidade muito diferente e irreconhecível”.

O projeto começou em 2013, Elsa Villon e Felipe Ferreira se uniram a Denise como produtores e iniciaram o desenvolvimento ainda naquele ano. Na mesma época, resolveram inscrever no edital do programa de Valorização de Iniciativas Culturais (VAI) da Prefeitura de São Paulo um filme para falar sobre os bairros Heliópolis, Ipiranga e Sacomã. Conseguindo a verba, desenvolveram o documentário “Resgates Heliópolis“ sobre esses bairros, deixando de lado o projeto do ABC até 2015, quando foi retomado.

“Sempre é difícil a produção. Seja por percalços da escolha dos entrevistados ou questões que estão acima de nós, como espaços que não podem ser filmados, parcerias que não dão certo, etc. Ainda assim, o suporte do edital permite que as coisas andem mais rapidamente”, conta sobre o primeiro filme.

Já a produção do “Resgates ABC” foi ainda mais difícil, pois todos os profissionais eram voluntários. “Reunir uma equipe e geri-la, sendo que todos trabalham por acreditarem no projeto, é muito difícil e torna o processo lento. Por outro lado, o “Resgates ABC” proporcionou que muitos alunos do Centro Audiovisual (CAV), em SBC, pudessem trabalhar na produção da animação. Algumas cenas foram animadas durante workshops do CAV, unindo um projeto acadêmico à produção”, explica.

Apesar da dificuldade em produzir os documentários, Denise já tem outros projetos em mente, tanto em relação a essa temática, quanto outras. “Creio que a história contada por quem a viveu, a tradição oral, tem um valor inestimável. Além disso a região do ABC sofreu mudanças geográficas e sociológicas importantes no século XX e pessoas que viveram essa mudança ainda podem contá-la”, declara.

“Essa é, a meu ver, a melhor forma de preservar a memória, pois tratam-se dos relatos da população que viveu nessas cidades e experimentou as experiências. Além disso, o filme dá voz às avós, retratando a cultura e mudanças históricas de um ponto de vista feminino, num momento às vezes frágil de suas vidas, onde a própria lembrança também se apaga”, completa.

Com duração de 35 minutos, o filme mostra a importância dos migrantes e imigrantes que chegaram à região e auxiliaram na construção de um dos polos industriais mais importantes do País. A história é contada com animações, depoimentos e material de acervo do Arquivo Público do Estado de São Paulo, Fundação Pró Memória de São Caetano, Serviço de Memória e Documentação de São Bernardo e registros das próprias entrevistadas.

Depois da primeira exibição realizada ao público na Universidade Metodista, o filme deve ser apresentado em festivais de cinema e TV e depois ir para a web. A agenda de exibições será disponibilizada pelos produtores na página do Facebook. O documentário Resgates Heliópolis já pode ser visto na TV Escola, na TV Câmara e está à venda.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , ,

MARCELO BRISENO - COORDENADOR
Marcelo Briseno
Veja o minicurrículo

 


 

selo-radioetv.png

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: