Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação em Ciências da Religião / Notícias / Metodista lança novo site da Bibliografia Bíblica Latino-Americana Milton Schwantes

Metodista lança novo site da Bibliografia Bíblica Latino-Americana Milton Schwantes

Projeto retorna de maneira mais acessível e conta com a colaboração de alunos e estudiosos

14/06/2016 16h50 - última modificação 06/07/2016 20h14

Metodista lança novo site da Bibliografia Bíblica Latino-Americana Milton Schwantes

O novo site da Bibliografia Bíblica Latino-Americana Milton Schwantes já está no ar. O projeto está ligado ao Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo, e tem como objetivo incentivar e democratizar a pesquisa bíblica, reunindo informações e facilitando o acesso ao conteúdo produzido sobre estudos bíblicos na América Latina e no Caribe. 

A Bibliografia Bíblica foi iniciada em 1988 pelo falecido biblista e professor da Metodista Milton Schwantes, que viu a importância dos estudos bíblicos naquela época, quando a Bíblia estava sendo descoberta pelas comunidades cristãs da América Latina e do Caribe como fonte para uma maneira de formular a religião. O projeto foi relançado e renomeado para homenagear Schwantes pela importância e extensão de seu trabalho.

“Quando o projeto foi desativado em 2012, por falta de verbas, houve um ‘protesto’ muito grande por parte dos biblistas em todo Brasil. A Bibliografia Bíblica é muito estimada e conhecida pelos que estudam Bíblia na América Latina”, conta o professor José Ademar Kaefer, do programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião, responsável pela retomada do projeto.

Kaefer destaca que não existe nenhum outro site na América Latina com um arquivo tão grande sobre o tema como a Bibliografia Bíblica. O novo site possui um índice com nomes e contatos de biblistas, editoras, autores latino-americanos e publicações acessíveis ao público. O projeto já publicou oito volumes que reúnem as publicações bíblicas referentes aos anos de 1988 a 1995, e disponibiliza dados de 1996 até os dias atuais integralmente no site.

“A UMESP, com seu Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião, sempre foi conhecida como um centro promotor da pesquisa bíblica e grande formadora de biblistas. Também estamos retomando a publicação da RIBLA (Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana), que esteve paralisada por seis anos”, diz Kaefer. A revista é publicada três vezes ao ano pela Editora Metodista.

Construída em equipe, a Bibliografia Bíblica é atualizada por alunos e alunas da Escola de Teologia e do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião, além de contar com o conteúdo enviado por autores e internautas que ajudam a enriquecer ainda mais o banco de dados.

A participação de todos é fundamental para que a Bibliografia Bíblica atinja a um número ainda maior de pessoas e para que seu acervo fique ainda mais completo. Cecília Toseli, aluna do curso de Pós-Graduação em Ciências da Religião, na área de Bíblia, Antigo Testamento, participou da elaboração do novo site e acredita que os estudos bíblicos podem abrir caminhos de diálogo e enfrentamento de desafios pessoais e coletivos.

“A BBLA quer integrar essa caminhada de ‘um outro mundo possível’ ao compartilhar material de pesquisa atualizado, incentivar a produção literária em nosso continente, estimular a atividade hermenêutica e servir como um canal de articulação do movimento bíblico latino-americano e caribenho”, diz Cecília.

Cecília explica que o site ainda está passando por um processo de construção, pois o conteúdo atualizado está sendo digitalizado. Mas o acesso está liberado a todos, com um layout leve, que leva em conta a acessibilidade e permite acesso fácil aos índices. O contato dos usuários com a equipe responsável também ficou mais simples. Assim, mais pesquisadores podem solicitar informações, compartilhar suas publicações e seus contatos e auxiliar na construção da Bibliografia

Visite o site da Bibliografia Bíblica Latino-Americana Milton Schwantes clicando aqui.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,
SOBRE O PROGRAMA