Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação em Psicologia da Saúde / Projetos de Pesquisa / Bullying infanto-juvenil: impacto cognitivo, emocional e social em estudantes universitários

Bullying infanto-juvenil: impacto cognitivo, emocional e social em estudantes universitários

Prof. Dr. Antônio de Pádua Serafim

A expressão de condutas consideradas violentas na atualidade abrange um número importante de pessoas, independente de nacionalidade, uma vez que seu impacto pode ser mundialmente verificado de várias formas. A cada ano mais de um milhão de pessoas perdem a vida, e muitas mais sofrem ferimentos fatais resultantes de agressões interpessoais ou de violência coletiva. Além do que, um importante número dos casos de autoagressões ocasionando o suicídio podem decorrer de vivências de bullying. O comportamento de bullying caracteriza-se por atos repetidos de opressão, tirania, agressão e dominação de pessoas ou grupos sobre outras pessoas ou grupos, subjugados pela força dos primeiros. Frente ao exposto, levantou-se a questão sobre qual a extensão à saúde mental de pessoas que sofreram bullying ou cyberbullying. Sendo assim, este projeto pretende investigar o impacto cognitivo, emocional e social na vida adulta de vítimas de bullying durante a infância e adolescência. O presente estudo se caracteriza por um delineamento do tipo correlacional de corte transversal. A amostra será composta por 300 estudantes universitários. Será utilizado um Questionário Sociodemográfico e de Verificação da Ocorrência de Bullying e testes para avaliação dos aspectos emocionais e cognitivos.
Financiamento: Bolsa Produtividade CNPq 2

Comunicar erros

SOBRE O PROGRAMA
INFORMAÇÕES ACADÊMICAS
Formulários semestrais - Bolsas de Estudo
X