Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação em Psicologia da Saúde / Processo Seletivo / 1sem/2019 / Edital de seleção discente - 1º semestre de 2019

Edital de seleção discente - 1º semestre de 2019

Confira a versão em PDF.

 

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO – UMESP
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA SAÚDE

Edital de Seleção Discente para o Programa de Pós-Graduação em
Psicologia da Saúde para os cursos de Mestrado e Doutorado

Ano Acadêmico de 2019 – 1º Semestre

I – Da Inscrição

O Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde da Coordenadoria de Pós-Graduação e Pesquisa torna público e estabelece as normas do Processo Seletivo para o preenchimento de 25 vagas remanescentes para o Mestrado e 08 para o Doutorado.

• ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: PSICOLOGIA DA SAÚDE

LINHAS DE PESQUISA:

1. Trabalho, Organizações e Saúde: Estuda características dos indivíduos, do trabalho e das organizações para predizer e proagir na gestão do comportamento e das organizações, visando o bem-estar do ser humano, de grupos e da organização. Investiga os níveis de análise individual, grupal e sistêmico, e suas dimensões dinâmicas. Examina processos de saúde e adoecimento psíquicos, vínculos que articulam pessoas e bem-estar, comportamentos individual, social e organizacional, poder e justiça organizacionais, conflitos grupais, violência, exclusão e movimentos sociais. Inscreve-se no campo do conhecimento e adota orientações teóricas da Psicologia Social e Organizacional, em interface com outras áreas das Ciências Humanas. Utiliza abordagens metodológicas quantitativas e qualitativas.

2. Saúde, Violência e Adaptação Humana: Dedica-se ao estudo e à investigação de fatores de risco e de proteção envolvidos nas situações de violência, tanto na perspectiva do agressor quando da vítima; investiga ainda conflitos e fatores de crise e adaptação humanas. Mais especificamente, procura examinar gênero, relações materno/paterno infantil, familiares e institucionais relacionadas à crise e à violência, bem como aqueles fatores que envolvem a proteção e restauração dos processos salutares.

3. Processos Saúde-Doença e Psicofisiologia: Desenvolve estudos no âmbito da consciência, dos afetos, da cognição, dos mecanismos neurofisiológicos e do comportamento. Neste contexto, fomentam-se pesquisas com ênfase na promoção, proteção, prevenção de riscos e de agravos à saúde de acordo com os eixos temáticos: processos psicossociais e saúde; psicopatologia, grupalidade e saúde; avaliação da personalidade; neuropsicologia, saúde mental e violência; consciência, atenção e neuroeletrofisiologia.

As inscrições serão feitas na Central de Relacionamento, no Campus RUDGE RAMOS, RUA ALFEU TAVARES 149, RUDGE RAMOS ED DELTA RUDGE - São Bernardo do Campo/SP, de 01 de outubro a 14 de novembro 2018 de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, exceto feriados, mediante entrega da seguinte documentação:

a) 1 Foto 3x4;
b) Cadastro de Pessoa Física (CPF) – 1 cópia;
c) Cédula de Identidade (ou Carteira de Identidade da OAB) e para candidatos estrangeiros, o RNE – 1 cópia;
d) Comprovante de Pagamento de Taxa de Inscrição, no valor de R$ 135,00 (Cento e trinta e cinco reais)
e) Curriculum Vitae - 1 cópia;
f) Diploma de Graduação, devidamente registrado (para inscrição no Mestrado) ou diploma de Mestrado, devidamente registrado (para inscrição no Doutorado). 
Diploma obtido no exterior deverá estar revalidado/reconhecido no Brasil, conforme legislação pertinente; 
– 1 cópia autenticada. 
g) Exemplares de Produção Científica, como relatórios de pesquisa, artigos e, no caso do Doutorado, cópia da Dissertação de Mestrado (serão devolvidos aos aprovados no processo seletivo por ocasião da matrícula)
h) Histórico Escolar da graduação (para Mestrado) ou do Mestrado (para Doutorado) – 1 cópia autenticada. Histórico Escolar do exterior deverá estar autenticado pela autoridade consular brasileira no país de origem da documentação e com a tradução registrada;
i) Projeto de Pesquisa que pretende desenvolver com vistas à futura dissertação/tese (informações no Anexo B); (2 cópias);
Ficha de inscrição, devidamente preenchida e assinada. – Formulário disponível no link: http://portal.metodista.br/stricto/ficha-de-inscricao/ficha_de_inscricao_2/

Poderão inscrever-se diplomados (licenciados ou bacharéis) em curso superior. Os casos extraordinários serão examinados pela Comissão de Seleção. Os candidatos residentes fora de São Paulo poderão inscrever-se por correspondência registrada, via Sedex ou por procuração, cujo modelo encontra-se disponível no link: http://portal.metodista.br/stricto/modelo-de-procuracao/modelo-de-procuracao/, e o boleto referente à taxa de inscrição será enviado ao candidato após o recebimento de sua documentação, pelo e-mail disponibilizado na “Ficha de Inscrição”, com prazo para seu pagamento.

Nos casos de inscrição por correspondência registrada, somente serão considerados inscritos os candidatos cuja documentação e pagamentos estejam regularizados no prazo de inscrição.
Local de envio dos documentos de inscrição: Secretaria Acadêmica de Pós-Graduação - Campus Rudge Ramos- Edifício Beta – SALA 114 - Rua do Sacramento, 230 - Rudge Ramos - CEP: 09640-000

O processo de seleção para preenchimento das vagas no Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Mestrado e Doutorado, realizar-se-á nas seguintes etapas:
a) Prova Escrita;
b) Exame de Proficiência em língua inglesa para os candidatos às vagas de Mestrado. Para as vagas de Doutorado, os candidatos realizarão provas em dois dos três seguintes idiomas: inglês, espanhol e francês. Alunos estrangeiros poderão fazer o exame de proficiência em sua língua materna, desde que esta integre as opções oferecidas e desde que realizem o Exame CELPE-BRAS;
c) Avaliação do Projeto de Pesquisa apresentado pelo candidato(a) na inscrição;
d) Avaliação do Currículo vitae apresentado pelo candidato(a) na inscrição;
f) Entrevista.

Cronograma de seleção

As etapas acima descritas serão realizadas na Universidade Metodista de São Paulo, Campus Planalto – Rua do Sacramento, 230 – 3º andar – Sala 321 – Edifício CAPA – Rudge Ramos - São Bernardo do Campo - SP, de acordo com a seguinte programação/cronograma:

Prova Escrita Mestrado e Doutorado:
Dia: 26/11/2018
Horário: das 9h às 12h

Prova de Proficiência em língua estrangeira Mestrado e Doutorado:
Dia: 26/11/2018
Horário: das 13h às 16h00 (Prova de Inglês – Mestrado e Doutorado)
13h às 16h00 (Prova de Espanhol - Doutorado)
16h às 19h00 (Prova de Espanhol, para quem for fazer as duas provas)

Entrevista para os alunos do Mestrado
Dia: 26/11/2018
Horário: A partir das 16h10
Local: Edifício CAPA – Sala 321

Entrevistas para os alunos do doutorado
Data: 27/11/2018
Horário: a partir das 09h00 (Será agendado)

Prova Escrita

A prova abordará temas em psicologia da saúde e método de pesquisa, que constam nas referências (anexo A). O candidato(a) entrará no local de aplicação da prova somente com objetos necessários à sua realização: caneta, lápis e borracha. Portanto, durante sua realização, não será permitida a consulta a nenhum material. Também é proibido o uso de calculadoras ou similares e a qualquer aparelho de comunicação, incluindo-se telefones celulares. No ato da prova, os candidatos deverão apresentar documento de identidade.


A ausência do candidato no dia, local e hora designada para a realização da prova será considerada como desistência.
Observação: Na Prova Escrita, os candidatos deverão chegar ao local indicado com 15 minutos de antecedência.

Exame de Proficiência em Língua Estrangeira

Os candidatos(as) ao Programa de Pós-Graduação em Psicologia da saúde, da Faculdade da Saúde, deverão realizar os Exames de Proficiência em Língua Estrangeira exclusivamente no Processo Seletivo. Os candidatos(as) ao mestrado farão o exame de língua inglesa. Os candidatos(as) ao doutorado farão exames em duas línguas: Inglês e Espanhol. Será autorizada a utilização de dicionário monolíngüe, providenciado pelo candidato.

Alunos estrangeiros poderão fazer o exame de proficiência em sua língua materna, desde que esta integre as opções oferecidas e desde que cumpram o requisito do Exame de Proficiência em Língua Portuguesa (CELPE-BRAS). Este exame é realizado sempre nos meses de abril e outubro e o certificado tem validade nacional.

Os candidatos admitidos no Programa que apresentarem insuficiência no conhecimento de língua estrangeira poderão submeter-se a novos exames, no prazo máximo de 01 (um) ano, a contar da data do início das atividades acadêmicas, segundo o planejamento feito pelo Colegiado do Programa.

Os candidatos admitidos no Programa que apresentarem insuficiência no conhecimento de Língua Portuguesa para candidatos estrangeiros, poderão submeter-se a novos exames (CELPE-BRAS), no prazo máximo de 01(um) ano, a contar da data de início das atividades acadêmicas, segundo planejamento do MEC. 

Poderão ser aceitos como provas de proficiência em Línguas estrangeiras exames de proficiência realizados pelas seguintes escolas, instituições ou equivalentes:
- Espanhol: Miguel de Cervantes – Intermediário*:
- Francês: Aliança Francesa – Intermediário*;
- Inglês: Alumni (Nível – Toffel*), Cultura Inglesa (Nível – English Language of Service and Training (ELTS)* ou First Certificate in English (FCE)*, Instituto Cultural Brasil/Estados Unidos – First Certificate in English (FCE)*;
* certificado igual ou superior
Como é requisito para o Doutorado a comprovação de proficiência em duas línguas estrangeiras, a proficiência que tenha composto o processo de obtenção do grau relativo ao Mestrado poderá ser aproveitada como uma das línguas exigidas, devendo, então, o candidato realizar o exame de seleção em outra língua diferente daquela do Mestrado, desde que esta integre as opções oferecidas. Esta opção deverá ser informada na ficha de inscrição.

Mantida a exigência de proficiência em duas línguas estrangeiras, os candidatos que tenham eventualmente participado de processo seletivo anterior exclusivamente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde da Universidade Metodista de São Paulo, com prazo de até um ano antes da data da inscrição, e que tenham sido aprovados, poderão requerer, exclusivamente no ato da inscrição, o aproveitamento desse resultado, aguardando decisão da Comissão de Seleção Discente.

Candidatos(as) ao Doutorado com Mestrado reconhecido pelo MEC, cursado em outras Instituições Superiores, deverão solicitar ao Colegiado do Programa o aproveitamento de língua estrangeira exigida pela Instituição na qual realizou o Mestrado, comprovado através de certificado entregue no ato da inscrição. Esta opção deverá ser informada na ficha de inscrição.

Entrevista, Avaliação de Projetos e do Currículo Vitae

No ato da entrevista, os candidatos deverão apresentar documento de identidade. A ausência do candidato no dia, local e hora designados para realização da entrevista, será considerada como desistência.
A Entrevista consiste da arguição sobre o Projeto de Pesquisa, sobre o Curriculum e sobre as publicações do candidato. Aborda também as expectativas em relação ao Curso e ao futuro profissional do candidato.
A Entrevista de seleção ao doutorado constará da arguição do(a) candidato(a) por Comissão de Seleção ao Curso de Doutorado, composta por professores membros do corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde. Os critérios de avaliação do projeto e do Curriculum estão explicados nos anexos B e D, respectivamente. A arguição será baseada na exposição do(a) candidato(a) relativa aos seguintes itens:
1. Capacidade de justificar de forma científica e com clareza os itens que compõem o projeto de pesquisa apresentado;
2. Trajetória de formação profissional e de preparação para cursar o Doutorado;
3. Compatibilidade técnico-científica entre o projeto e a linha de pesquisa escolhida;
4. Domínio da fundamentação teórica do projeto e da psicologia da saúde.

A Comissão de Seleção Discente, após entrevista do candidato considerado aprovado, mas não classificado na lista de selecionados do orientador por ele indicado, poderá encaminhá-lo à nova entrevista com outro orientador que dispuser de vagas. Os nomes dos orientadores e suas respectivas linhas de pesquisa estão relacionados no Anexo C deste edital.

Divulgação do Resultado Final do Processo Seletivo

A lista dos nomes dos candidatos classificados será disponibilizada na página do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde e na home page da METODISTA: http://www.metodista.br/pospsico, no dia 03 de dezembro de 2018.

Os candidatos aprovados (Mestrado e Doutorado) deverão agendar horário com seus orientadores, ou com a Coordenação do Programa, para escolha das disciplinas e assinatura no formulário de matrícula para efetivação da mesma. O formulário estará disponível na Coordenação do Programa.

III – Da Matrícula dos Aprovados

As matrículas serão realizadas na Central de Relacionamento do Campus RUDGE RAMOS, RUA ALFEU TAVARES 149, RUDGE RAMOS ED DELTA RUDGE - São Bernardo do Campo/SP, de 5 a 7 de dezembro de 2018, das 8h às 21h de segunda a sexta-feira.

A matrícula se efetivará com o pagamento da primeira parcela da semestralidade de janeiro de 2019, no ato da matrícula.

IV – Disposições Finais

O Candidato classificado no exame de seleção que não efetuar matrícula nos dias acima estabelecidos será considerado desistente. Não caberá recurso de qualquer espécie, uma vez divulgado os resultados do processo seletivo pela Comissão de Seleção Discente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde da Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

Casos omissos ou de interpretação duvidosa, relativos ao Processo Seletivo em questão, serão resolvidos pela Comissão de Seleção Discente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde da Universidade Metodista de São Paulo – UMESP.

Os candidatos não selecionados ou que tenham sido classificados no exame de seleção, mas que não efetuarem a matrícula dentro do prazo estabelecido, deverão retirar seus documentos, entregues no ato da inscrição, durante o mês de fevereiro de 2019. Concluído este prazo, a Secretaria Acadêmica de Pós-Graduação não mais se responsabilizará por sua guarda. 

Quaisquer outras informações sobre o Programa poderão ser obtidas junto à Central de Relacionamento, por meio do telefone: (0xx11) 4366-5000, e-mail: ou pela Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde, no telefone: (0xx11) – 4366-5805, das 8h30 às 11h30 e as 13h30 às 16h30) ou no e-mail: .


São Bernardo do Campo, 13 de setembro de 2018. 


Profa. Dra. Maria do Carmo Fernandes Martins
Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde 

 

ANEXO A


Bibliografia Básica para a Prova escrita – Mestrado e Doutorado


Bibliografia Básica para a Prova escrita

Chehuen Neto, J. A. (org) (2012) Metodologia da Pesquisa Científica: da Graduação à Pós-graduação. Curitiba: Ed. CRV.

Oliveira, V. B. & Yamamoto, K. (2003). Psicologia da Saúde: Temas de Reflexão e Prática. São Paulo: Ed. Metodista.

Ribeiro, J.L.P. (2007). Introdução à Psicologia da Saúde. Coimbra, PT: Quarteto. Disponível em: https://docs.google.com/file/d/0B1yG_Axv6F-fNGE5YjBhYzAtOGI3My00NzEyLTgzYjAtMmNiNzFlOTFiY2U3/edit. Acesso em 14 set. 2016.

Rezende, M. M. & Heleno, M. G. V. (orgs) (2013). Psicologia e Promoção da Saúde em Cenários Contemporâneos. São Paulo: Ed. Vetor.

Sampieri, R., Collado, C F. & Lucio, P. B. (2006). Metodologia de Pesquisa. 3ª edição. São Paulo: Ed. McGraw-Hill.

Eco, U. (2000). Como se faz uma tese. 15ª edição. São Paulo: Ed. Perspectiva.

 

ANEXO B

Sobre o Projeto de Pesquisa – Mestrado e Doutorado

MESTRADO
O Projeto deverá incluir:

  • Título
  • Nome do autor
  • Resumo de 5 linhas
  • Introdução (o texto deverá abordar os tópicos indicados abaixo)
  • Justificativa do tema escolhido

Revisão da literatura
Objetivos da pesquisa

  • Método

Participantes
Local
Instrumentos/materiais
Procedimentos
Aspectos éticos

  • Referências (listar todos os autores e outras fontes citados no corpo do projeto)


O projeto deverá ser digitado em espaço 1,5 (um e meio) e fonte 12 (doze) e não exceder a 10 (dez) páginas, incluindo as REFERÊNCIAS.

DOUTORADO

Trata-se de uma proposta preliminar destinada à elaboração da Tese de Doutorado, devendo revelar o interesse do candidato por um tema específico, relacionado claramente a uma das linhas de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde. A avaliação será feita pela Comissão de Seleção do Doutorado e pelos (as) docentes(as) da linha de pesquisa indicada. Os aspectos avaliados serão: relevância científica e social –justificativa do tema; organização e estrutura do conteúdo do projeto; contextualização do problema de pesquisa de forma clara; definição objetiva do método de modo a alcançar os objetivos propostos; como o projeto será realizado; bibliografia de relevância e atualizada; e a aderência do conteúdo do projeto à linha de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde indicada pelo(a) candidato(a). As linhas de pesquisa do programa podem ser visualizadas no endereço http://www.metodista.br/pospsico/linhas.

O projeto deve incluir:

  • Título
  • Nome do autor
  • Linha de pesquisa
  • Orientador pretendido (Anexo C)
  • Resumo de 5 a 10 linhas e palavras-chave
  • Problema de Pesquisa
  • Objetivos
  • Justificativa do tema escolhido
  • Hipóteses
  • Revisão de Literatura
  • Metodologia
  • Referências Bibliográficas.


ANEXO C

  1. 1.    Formação Acadêmica

(Pontuação máxima = 3 pontos)

1.1 Mestrado acadêmico em Psicologia ou áreas afins

0,75

1.2 Mestrado profissional em Psicologia ou áreas afins

0,75

1.3 Doutorado em Psicologia ou áreas afins

1,0

1.4 Especialização em Psicologia ou áreas afins (360 horas)

0,5

  1. 2.    Produção Bibliográfica e Técnica

(Pontuação máxima = 3 pontos)

2.1 Livros

 

2.1.1 Livro publicado como autor (com Conselho Editorial e ISBN)

1,25

2.1.2 Livro publicado como autor (sem Conselho Editorial)

0,25

2.1.3 Capítulo de livro (com Conselho Editorial e ISBN)

0,75

2.1.4 Capítulo de livro (sem Conselho Editorial)

0,25

 

 

2.2 Artigos em Periódicos Científicos

 

2.2.1 Qualis A1 e A2

1,5

2.2.2 Qualis B1 e B2

1,0

2.2.3 Qualis B3 e B4

0,5

2.2.4 Qualis B5

0,2

 

 

2.3 Evento Científico ou Profissional

 

2.3.1 Trabalhos Completos em Anais

0,3

2.3.2 Resumo, Comunicação ou Painel

0,2

2.4 Responsável por projeto de pesquisa aprovado por Instituição de Pesquisa ou Ensino

0,4

2.5 Experiência de Pesquisa

 

2.5.1 Iniciação Científica (IC/PIBIC) ou voluntário de pesquisa

0,2

2.5.2 Aperfeiçoamento (Monografia)

0,2

CORPO DOCENTE

ALEXANDRE CAPPELLOZZA
Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas. Mestre em Administração pela Universidade Metodista de São Paulo. Engenheiro de Telecomunicações pela Escola de Engenharia Mauá.

Principais temáticas de pesquisa: Vício e adoção de TI, Cloud Computing, Redes Sociais, Outsourcing, Comportamento Organizacional e Gest&ati lde;o de Projetos.

ANTONIO DE PÁDUA SERAFIM
Graduado em Psicologia - UFPB (1992); Especialização em Psicologia Hospitalar pelo Hospital das Clínicas HCFMUSP (1994). Mestrado em Neurociências e Comportamento pelo Instituto de Psicologia (IPUSP, 1999); Doutorado em Ciências pela Faculdade de Medicina da USP (2005).

Principais temáticas de pesquisa: Saúde Mental e Violência, Personalidade, Psicologia e Neuropsicologia Cínica e Forense

CAMILA TARIF FERREIRA FOLQUITTO
Psicóloga, graduada pelo Instituto de Psicologia da USP em 2006. Mestre (2009) e Doutora (2013) pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IPUSP). Pós doutora em Psicologia da Saúde pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP).

Principais temáticas de pesquisa: de desenvolvimento psicológico e saúde, com foco nas relações entre desenvolvimento e transtornos na infância e adolescência.

HILDA ROSA CAPELÃO AVOGLIA
Doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (2006). Mestre em Psicologia da Saúde pela Universidade Metodista de São Paulo.

Principais temáticas de pesquisa: saúde mental, desenvolvimento da infância e adolescência em contexto de violência e vulnerabilidade.

LUIS FERNANDO HINDI BASILE
Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (1987), residência em Psiquiatria no HSPE (1991) e doutorado em Fisiopatologia experimental pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (1998).

Principais temáticas de pesquisa: eletrofisiologia (MEG e EEG), com ênfase em Psicofisiologia, atuando principalmente no mapeamento e localização de geradores de atividade elétrica cortical, especialmente relacionada à atenção e à variabilidade interindividual. 

MANUEL MORGADO REZENDE
Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1979), mestrado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1993) e doutorado em Saúde Mental pela Universidade Estadual de Campinas (1999). Pós-Doutorado em Psicologia da Saúde pela Universidade do Algarve

Principais temáticas de pesquisa: abuso de substâncias, prevenção e tratamento de dependência de drogas e promoção de saúde na escola.

MARIA DO CARMO FERNANDES MARTINS
Graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo (1977), Especialização em Psicodrama pela Sociedade de Psicodrama de Ribeirão Preto (1979), Mestrado em Psicologia pela Universidade de Brasília (1984) e Doutorado em Psicologia pela Universidade de Brasília (1999).

Principais temáticas de pesquisa: medidas em psicologia, satisfação no trabalho, resiliência no trabalho, conflitos intragrupais, clima organizacional, bem-estar no trabalho e engajamento no trabalho.

MIRIA BENINCASA GOMES
Mestre em Psicologia da Saúde pela Universidade Metodista de São Paulo (2005), Doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (2010) pela Universidade de São Paulo.

Principais temáticas de pesquisa: 1. Gestação: Avaliação e assistência Psicológica à gestante e desenvolvimento de Programas de Pré-Natal Psicológico e Pré-Natal Integral à gestantes e casais; 2. Parto e Pós-parto: práticas não violentas e respeitosas na assistência ao parto, modelos de intervenção, apoio e acolhimento a mulheres em situação de pós-parto; 3. Desenvolvimento de Bebês.

ROSA MARIA FRUGOLI DA SILVA
Graduação em Psicologia pela Universidade de Taubaté (1994), especialização em Educação e Sociedade pela Universidade de Taubaté (2006), mestrado em Ciências Sociais (Antropologia Urbana) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2007). Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade de São Paulo (UNIFESP).

Principais temáticas de pesquisa: tecnologias e saúde, processos de subjetividades na contemporaneidade, violência e gênero.

 

 

 

Comunicar erros

SOBRE O PROGRAMA
INFORMAÇÕES ACADÊMICAS
Formulários semestrais - Bolsas de Estudo
X