Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação em Comunicação / Notícias / Divulgação do Facebook aumenta popularidade da campanha Outubro Rosa

Divulgação do Facebook aumenta popularidade da campanha Outubro Rosa

Abrangência e impacto da rede social contribuem para dar maior visibilidade as causas defendidas pela ação

25/11/2015 15h50 - última modificação 07/12/2015 17h50

Um bilhão de usuários diariamente ativos. Esse é o número de pessoas que acessam o Facebook todos os dias, segundo pesquisa recente divulgada pela rede social. Mensalmente esse número aumenta para 1,55 bilhão de usuários. Os números mostram que a quantidade de pessoas que fazem parte do mundo on-line só tende a aumentar.

Pensando no alcance dessa rede social e o impacto que ela causa na vida das pessoas, as mestrandas do programa em Comunicação Social da Universidade Metodista, Amanda Vieira Ferrari Gasparin e Dulce Margareth Boarini, elaboraram um trabalho a fim de analisar como, graças às novas mídias e por meio de referências e pesquisas na rede social Facebook, o movimento Outubro Rosa alcançou mais aderência neste ano.

A campanha Outubro Rosa é uma ação focada no combate ao câncer de mama que teve início por meio de mobilizações generalizadas ao redor do mundo, e que teoricamente foi conquistando cada vez mais audiência por conta da repercussão e divulgação da causa através das redes sociais. O trabalho apresentado por pesquisadoras da Metodista durante o Pensacom.2015, revelou que a rede social Facebook, realmente potencializou a propagação da campanha, tornando-a mais visível para toda a opinião pública.

Para as pesquisadoras que elaboraram o trabalho, os resultados da análise mostraram que o Facebook, por sua abrangência e apropriação social, foi importante para disseminar não apenas a própria existência da causa bem como da importância de sua realização e adesão, além de estimular a participação, o diálogo e o compartilhamento.

O trabalho “Movimento Outubro Rosa e a utilização das redes sociais digitais como meio de comunicação com seus públicos”, utilizou pesquisa bibliográfica como referência teórica, além de pesquisa no próprio Facebook e também consultas e análises do website da campanha e de associações participantes nos Estados Unidos e no Brasil, e, por meio dessas, chegou-se à conclusão que a rede social Facebook intensificou a divulgação da campanha e levou o conhecimento e o debate do tema para muitas pessoas, colaborando para potencializar a conscientização de cuidado e prevenção propostos pela causa Outubro Rosa.

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , ,
SOBRE O PROGRAMA