Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Pós-Graduação em Comunicação / Estrutura do Programa / Plano de Ensino / 2º semestre de 2016 / Comunicação organizacional: uma abordagem discursiva

Comunicação organizacional: uma abordagem discursiva

Elizabeth Moraes Gonçalves

HORÁRIO: às segundas-feiras das 13h40 às 16h10
CRÉDITOS: 03 (três)

Ementa:
Estudo da comunicação organizacional na perspectiva da linguagem e dos discursos. Parte-se do pressuposto de que, por meio da linguagem, o homem cria e recria o universo, em um processo dialógico, com o seu interlocutor. Assim, como instituição social, a linguagem não existe fora da sociedade, de maneira que os discursos refletem as ideias, conceitos e concepções da cultura, da sociedade e da época. No contexto das organizações, os discursos elaborados nas diferentes instâncias e interações revelam as condições de produção, os papeis dos indivíduos, a tomada de posição e o direcionamento do público.

Objetivos:
Propiciar uma reflexão a respeito da importância da linguagem e do discurso no contexto social.
Ao pesquisar aspectos da linguagem na organização da mensagem, o aluno deverá entender que o texto exige uma leitura das entrelinhas, na busca do posicionamento do locutor e do grau de argumentatividade.
Refletir sobre a importância do estudo da comunicação no contexto organizacional, pelo viés da linguagem, o que implica em mergulhar no universo ideológico das condições de produção e de recepção dos discursos para atingir as informações para além do explícito que é consumido pelo cidadão no seu cotidiano.

Tópicos a serem abordados:

1. Fundamentação teórico-metodológica do curso.
2. Milton José Pinto: agenda para análise de discursos.
Diana Barros: Contribuições de Bahktin às teorias do texto e do discurso
3. Joan Costa: A cultura da comunicação nas organizações: as linguagens da comunicação.
Joan Costa: O jogo narcísico das marcas
4. Fábia Lima: Comunicação integrada: perspectivas e desafios;
Marlene Marchiori: A comunicação como expressão da humanização nas organizações da contemporaneidade.
5. Roseli Fígaro: Relações de comunicação no mundo do trabalho e a comunicação das organizações. – Reunião COLING
6. João Anzanello Carrascoza e Juliana de Assis Furtado : O pensamento estruturalista e as teorias da comunicação.
Eliseo Verón: Pós-modernidade e teorias da linguagem: o fim dos funcionalismos.
7. Maria Laura Braga : A teoria semiológica de Verón
Izidoro Blikstein: Semiótica do discurso político e empresarial.
8. João Batista Cardoso: Embalagem de alimento orgânico: entre identidades e convenções. – Reunião COLING.
9. Eni Orlandi: Boatos e silêncios. Palavras ao vento.
Fiorin: Semântica das categorias da enunciação.
10. Assessoria à Pesquisa sobre os discursos sociais – orientação.
11. Luiz Alberto de Farias: Memória organizacional, narrativa de uma experiência bem-sucedida ao longo do tempo - – Reunião COLING.
12. Iasbeck: Identidade organizacional e a construção dos discursos organizacionais.
Carlos Ávalos: O discurso da marca.
13. Verón: A publicidade ou os mistérios da recepção.
Palliero: Discursos visuais e multissemióticos
14. Fonseca: Position Paper: a retórica nas organizações contemporâneas
Bueno: Estratégias de comunicação para as mídias sociais
15. Apresentação dos artigos produzidos na disciplina e avaliação do curso

Avaliação
1. Participação nas aulas: discussão dos tópicos do conteúdo programático e exercícios de aplicação da teoria.
2. Seminários a partir dos textos propostos para estudo.
3. Participação nos encontros do grupo de pesquisa.
4. Desenvolvimento de pesquisas sobre as temáticas sugeridas e redação de artigo científico.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GALINDO, Daniel (org.). Comunicação Institucional & mercadológica: Expansões conceituais e imbricações temáticas. São Bernardo do Campo : Universidade Metodista de São Paulo, 2012.
KUNSCH, Margarida M. K.(org). Comunicação Organizacional: linguagem, gestão e perspectiva. Vol.2. São Paulo : Saraiva, 2009.
MAINGUENEAU, Dominique. Cenas da Enunciação. Parábola Editorial : São Paulo, 2008.
VERÓN, Eliseo. Fragmentos de um tecido. São Leopoldo- RS : Editora Unisinos, 2005.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ÁVALOS, Carlos. La Marca- identidad y estrategia: recetas para mejorar la relación entre la marca y sus públicos. Buenos Aires, Argentina : La Crujía, 2010.

BLIKSTEIN, Izidoro. Análise Semiótica do Discurso Político e Empresarial. In: EMEDIATO, Wander;

MACHADO, Ida Lúcia; MENEZES, William (orgs). Análise do Discurso: Gênero, Comunicação e Sociedade. Belo Horizonte – MG : Núcleo de Análise do discurso, Programa de Pós-Graduação em Estudos Lingüísticos, Faculdade de Letras da UFMG, 2006.

BUENO, Wilson da Costa. Estratégias de Comunicação para as mídias sociais. In: BUENO, Wilson C. (org). Estratégias de Comunicação nas mídias sociais. Barueri – SP : Manole, 2015.

CARDOSO, J. B. F. ; RODRIGUES, L. G. . Embalagem de alimento orgânico: entre identidades e convenções. Revista Fronteiras (Online), v. 17, p. 104-117, São Leopoldo – RS : Unisinos, 2015. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/fronteiras/article/view/fem.2015.171.10

COSTA, Joan. Imagen Corporativa en El siglo XXI. 4ª ed. Buenos Aires, Argentina, La Crujía, 2009.

COSTA, Joan. O jogo narcísico das marcas. Organicom ano 4, número 7, São Paulo : ECA/USP, 2007.

FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristovão; CASTRO, Gilberto de. (orgs). Diálogos com Bakhtin. 3ª Ed. Curitiba : Ed. Da UFPR, 2001.

FARIAS, L. A. de. ; OLIVEIRA, P. R. N. ; LOPES, V. S. C. ; KUNSCH, W. L. ; SALVATORI, P. C. G. . Memória organizacional, narrativa de uma experiência bem-sucedida ao longo do tempo - Entrevista de Nicole D'Almeida. Organicom (USP), v. 11, p. 149-156, São Paulo : ECA/USP, 2014.

FIORIN, José Luiz. Em busca do sentido: estudos discursivos. São Paulo : contexto, 2008.

FONSECA JR, Wilson C. Position paper: a retórica nas organizações contemporâneas. In: BUENO, Wilson C. (org) Comunicação Empresarial – tendências e perspectivas. São Paulo : All Print Editora, 2012.

KUNSCH, Margarida M. K.(org). A comunicação como fator de humanização das organizações. São Caetano do Sul : difusão editora, 2010.

MAINGUENEAU, Dominique. Cenas da Enunciação. Parábola Editorial : São Paulo, 2008.

MAINGUENEAU, Donimique. Análise de textos de Comunicação. 2ª Ed. São Paulo : Cortez, 2002.

MARCHIORI, Marlene R. A comunicação como expressão da humanização nas organizações da contemporaneidade. In: KUNSH. Margarida M.K.(org). A comunicação como fator de humanização das organizações.São Caetano do sul : Difusão editora, 2010.

OLIVEIRA, Ivone de Lourdes; LIMA, Fábia Pereira (orgs). Propostas conceituais para a comunicação no contexto organizacional. São Caetano do Sul, SP : Difusão Editora; Rio de Janeiro : Editora Senac Rio, 2012.

PALLEIRO, María Inés (coord..). Formas del Discurso – de la teoría de los signos a las prácticas comunicativas. 2ª ed. Ampliada. Buenos Aires, Argentina : Miño y Dávila editores, 2008.

PINTO. José Milton. Comunicação e discurso. Introdução à análise de discursos. 2ª Ed. São Paulo : Hacker editores, 2002.

ZECHHETTO, Victorino (coord.). Seis semiólogos en busca del lector. 4ª ed. Buenos Aires, Argentina : La Crujía Ediciones, 2012.

Comunicar erros

SOBRE O PROGRAMA