Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Novembro / IMS celebra o Dia de Ação de Graças

IMS celebra o Dia de Ação de Graças

Celebração contou com professores e funcionários da Instituição

02/12/2019 19h40 - última modificação 03/12/2019 17h33

Momento da palavra com o Reverendo Hércules de Andrade Araújo

Gratidão e paz foram os sentimentos que permearam o culto do Dia de Ação de Graças promovido pela Pastoral Escolar e Universitária e realizado junto aos funcionários administrativos e docentes do Instituto Metodista de Ensino Superior, na capela do campus Rudge Ramos. A data é celebrada anualmente em toda quarta quinta-feira de novembro, este ano no dia 28.

A entrada dos participantes no local da celebração aconteceu ao som de louvores tocados ao violão pelo pastor Edemir Antunes Filho e cantados por todos. Em seguida, a pastora Ângela Balbastro Ribeiro fez a abertura com a palavra de acolhimento.

Durante o culto, as canções foram conduzidas pela agente da Pastoral Elaine Cezar da Silva e o pastor Wesley Cardoso Teixeira, que também explicou sobre a origem do Dia de Ação de Graças (Thanksgiving). A pastora Fabiana de Oliveira Teixeira participou fazendo uma oração.

A mensagem trazida para a ocasião foi transmitida pelo reverendo Hércules de Andrade Araújo, que refletiu sobre a carta bíblica do apóstolo Paulo a Tito (2.11-14).

 

Reverendo Hércules

O texto fala sobre a Graça de Deus ser salvadora dos homens, ensina todos a renunciarem à impiedade e às paixões do mundo para viver de maneira sensata, justa e piedosa. Também cita que Jesus Cristo se entregou na cruz para resgatar a todos da maldade e purificar seu povo para se dedicar às boas obras.

Pastor Hércules convidou a refletir sobre como a Graça de Deus é educadora e transformadora. “Ela trabalha nas nossas fraquezas, nos lugares obscuros do nosso coração, mas é necessário permitir que Deus nos transforme, para que Ele possa aparecer por meio de nós e, desta forma, renegar nossa natureza impiedosa e cruel”.

O reverendo aplicou o ensinamento à origem do Dia de Ação de Graças: “Este dia só aconteceu porque as pessoas viveram momentos difíceis, mas acharam graça, misericórdia, tiveram generosidade e gratidão”. Ao final, a equipe pastoral entregou maçãs aos participantes e lembrou que ação de graças não é só agradecer, mas também estar disposto a servir ao próximo.

Origem do Thanksgiving

O Dia de Ação de Graças surgiu em Plymouth, Massachusetts, nos Estados Unidos. No ano de 1620, 102 colonos ingleses a bordo no navio Mayflower aportaram na América após viagem de mais de três meses fugindo de perseguição religiosa na Europa. Ao chegarem, o inverno era tão rigoroso que os peregrinos continuaram morando na embarcação até que a estação terminasse. Metade da tripulação não sobreviveu às condições.

Ao desembarcarem, foram recepcionados pelos índios, que os ensinaram a sobreviver; como caçar, plantar e pescar. Em troca, os ingleses transmitiram aos nativos sua fé e devoção a Deus.

Em 1621, no outono, a colheita de abóbora, feijão e milho foi farta e em comemoração os colonos organizaram grande festa, que durou três dias. Este foi o primeiro Thanksgiving, celebrado entre colonos e nativos, que eram a maioria do evento. O banquete tinha frutas, peixes, milho, feijão, tudo preparado com temperos indígenas. Desde então, a festa se tornou uma tradição, até que em 1863 o presidente Abraham Lincoln oficializou a quarta quinta-feira de novembro como Dia Nacional de Ação de Graças.

No Brasil, a celebração foi instituída pela Lei n.º 781 de 17 de agosto de 1949, sugerida pelo embaixador Joaquim Nabuco durante o governo de Gaspar Dutra. Mas apenas em 1966, com a Lei nº 5.110, foi instituído que a comemoração ocorreria no mesmo dia em que é celebrada nos EUA.

 

Confira mais fotos da celebração.

Comunicar erros


X