Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Agosto / Metodista vai ajudar no desenvolvimento do ABC por meio do Consórcio de Prefeitos

Metodista vai ajudar no desenvolvimento do ABC por meio do Consórcio de Prefeitos

Grupo Técnico foi criado no último 9 de agosto para integrar a academia às ações públicas

14/08/2019 17h05 - última modificação 15/08/2019 17h49

Prof. Santi (segundo à esquerda) representou a Umesp (Foto Consórcio Intermunicipal do ABC)

Trazer propostas de oportunidades no setor econômico a curto prazo, sobretudo em questões de tecnologia industrial, é a expectativa do Consórcio Intermunicipal Grande ABC ao formalizar em 9 de agosto último a criação do Grupo Técnico Universidades. O novo GT reúne Instituições de Ensino Superior da região para troca de experiências e integração com o poder público das sete cidades do ABC.

Segundo o secretário-executivo do Consórcio, Edgard Brandão, a proposta é que a entidade que representa as prefeituras do Grande ABC organize e receba encontros mensais para que haja interação e discussões técnicas entre o setor universitário. Professor Carlos Eduardo Santi representou a Universidade Metodista de São Paulo no evento, que reuniu 12 IES entre públicas e particulares e que programou para 6 de setembro próximo a primeira reunião do GT.

“Já temos o Grupo de Educação com secretários municipais, mas as discussões ficam muito centradas nas administrações. A ideia de participação de várias entidades é estabelecer um nível de debate na questão da tecnologia, do desenvolvimento futuro que vamos ter, por exemplo, na área de ferramentaria, do polo tecnológico e também com empresas e indústrias da região”, antecipou Edgard Brandão.

Cursos alinhados

Para o professor Carlos Eduardo Santi, diretor do campus Rudge Ramos da Metodista, a iniciativa do Consórcio de Prefeitos representa importante espaço envolvendo IES nas discussões com o poder público sobre o desenvolvimento regional. Ele cita que a Metodista oferece cursos de engenharia, estética e cosmética, assim como graduações na área de gestão incluindo a pública e a ambiental, todos fortemente alinhados com as discussões a serem tratadas num primeiro momento no GT Universidades.

“Além disso, temos competências acadêmicas, científicas e tecnológicas em outras áreas que podem contribuir de forma significativa nesse processo. A Metodista sempre procurou estar presente e ser atuante nos diálogos sobre desenvolvimento regional e a participação neste GT é mais uma forma de continuar contribuindo com nossa região”, acrescenta.

Além do professor Santi, participaram do lançamento do projeto o vice-reitor da Universidade Federal do ABC (UFABC), Wagner Carvalho, o reitor da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), Marcos Bassi, a coordenadora-adjunta na Fundação Getúlio Vargas (FGV) Projetos, Andrea de Paiva, o pró-reitor de graduação da Fundação Santo André (FSA), Roberto Sallai, além dos diretores das Faculdades de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatecs) Mauá, Jarbas Thaunahy, e Diadema, Rosangela Bonici, entre outros representantes de entidades de ensino.

O Consórcio ABC foi representado pelo secretário-executivo Edgard Brandão, os diretores de Programas e Projetos, Giovanni Rocco, Administrativo e Financeiro, Miguel Heredia, Jurídico, Eduardo Moura, além das coordenadoras de Programas e Projetos Juliana Cavasini, Lívia Rosseto e Maria Gracely Batista Marques.

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
X