Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2018 / Novembro / Metodista debate rumos da educação brasileira na 3ª CONAE

Metodista debate rumos da educação brasileira na 3ª CONAE

Reitor e três professores foram palestrantes e moderadores da programação

28/11/2018 18h25 - última modificação 29/11/2018 15h54

Reitor Paulo Borges e Manoel Humberto, dos Conselhos Municipais de Educação.

Espaço que reúne representantes de setores educacionais, sociais e poderes públicos para discutir os rumos do ensino no Brasil, a Conferência Nacional de Educação (CONAE) contou com quatro representantes da Universidade Metodista de São Paulo em sua 3ª edição, realizada em Brasília de 21 a 23 de novembro último. Além de ouvintes em atividades, o reitor e três professores atuaram diretamente como palestrantes e coordenadores de parte da programação, que debateu desde o ensino infantil até o superior e buscou contribuir com novas pautas para a área.

A 3ª CONAE teve como tema central A consolidação do Sistema Nacional de Educação (SNE) e o Plano Nacional de Educação (PNE): monitoramento, avaliação e proposição de políticas para garantia do direito à educação de qualidade social, pública, gratuita e laica. “A presença da Metodista para além da pessoa do reitor, mas também de professores participando e contribuindo ativamente de plenárias e debates, é exemplo concreto de como a UMESP acompanha a educação brasileira e apresenta suas sugestões”, definiu o reitor Paulo Borges Campos Júnior, que no primeiro dia coordenou e moderou mesa redonda sobre “Educação Integral, o PNE e os Desafios e Possibilidades para Ampliação com Qualidade de Tempos e Espaços Educativos”.

Dessa atividade também participou professora Elisabete Ferreira Esteves Campos, da Pós-graduação em Educação da Metodista. A mesa reuniu ainda as docentes Anna Helena Altenfelder Silva e Hilda Liana Diehl, respectivamente do CENPEC (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação Cultura e Ação Comunitária) e ex-coordenadora do Projeto Escola em Tempo Integral do Rio Grande do Sul.

Mais recursos

“Uma pauta consensual foi a preocupação com a qualidade do ensino. Também foram fortemente discutidas questões atuais como respeito à diversidade e necessidade de novos recursos financeiros para a educação. Não apenas aumentar o orçamento para a área, mas também melhorar a qualidade dos recursos já contemplados para o setor”, citou professor Paulo Borges.

Cerca de 1,5 mil participantes de todo o Brasil estiveram na 3ª CONAE no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, cuja abertura foi feita pelo ministro da Educação, Rossieli Soares. A agenda dos três dias resultou em documento encaminhado ao MEC definindo metas, objetivos e recomendações para a educação no Brasil.

Da Metodista também marcaram presença o coordenador da Educação a Distância, Marcio Oliverio, e o assessor especial da reitoria e professor da pós em Educação, Sérgio Marcus Tavares. Professor Marcio foi palestrante no dia 21 em mesa redonda que tratou de “Possibilidades da EAD e da Educação Mediada por Tecnologias”, enquanto professor Sérgio palestrou na mesa sobre “Democratização da Educação: Acesso, Permanência e Gestão”.

O reitor voltou a atuar no dia 22 em mesa de discussão do III Eixo da CONAE 2018, sobre “Planos Decenais, SNE e Gestão Democrática, Participação Popular e Controle Social” como representante do CRUB (Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras) no Fórum Nacional de Educação (FNE). Coordenou a atividade ao lado de Manoel Humberto, presidente da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação.

20 metas

“Apesar das muitas discussões paralelas, a CONAE se pautou por olhar para frente. Existe a questão central das 20 metas do Plano Nacional de Educação (PNE), cuja agenda foi bastante debatida. Das 20 metas, apenas uma foi integralmente cumprida – que trata da presença de professores mestres e doutores nas IES. A maioria das demais está distante de um desfecho. O Fórum Nacional de Educação tem justamente o objetivo de acompanhar essa questão de perto”, destacou professor Paulo Borges, que como membro do CRUB convidou para a 3ª Conferência a secretária de Educação de São Bernardo, professora Silvia Donnini.

Integrante da diretoria do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (CRUB) desde 2017, o reitor da Universidade Metodista de São Paulo foi indicado em junho de 2018 pela entidade como membro titular do Fórum Nacional de Educação (FNE). Vinculado ao Ministério da Educação, o FNE é um espaço para debate e definições de diretrizes para o sistema educacional do Brasil, reunindo as grandes instituições de ensino, movimentos sociais e o Estado.

A etapa nacional da Conae 2018 foi precedida de conferências municipais e intermunicipais realizadas durante todo o ano de 2017, além de conferências estaduais e distrital formuladas ao longo do segundo semestre de 2018. Durante esses trabalhos foram escolhidos os delegados estaduais que, agora, participaram da Etapa Nacional da Conferência em Brasília junto a membros do Fórum Nacional de Educação (FNE) e secretários estaduais de Educação de todo o País. Todas as conferências têm coordenação do FNE. A 3ª CONAE nacional recém-encerrada sistematizou oito eixos sobre o Sistema Nacional de Educação (SNE).

Veja imagens do evento: 

Participação da UMESP na 3ª Conferência Nacional de Educação (CONAE), Brasília, de 21 a 23 de Novembro

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
X