Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / Março / Melhores colocados no vestibular presencial recebem certificados e descontos do Programa Meritocracia

Melhores colocados no vestibular presencial recebem certificados e descontos do Programa Meritocracia

Benefício faz parte do catálogo de incentivos que a Metodista oferece para calouros e veteranos

10/03/2017 15h55 - última modificação 10/03/2017 16h18

Meritocracia premiou os melhores colocados no processo seletivo do 1º semestre

Duas futuras psicólogas, uma potencial administradora e um docente em língua estrangeira ingressantes no ensino superior começam a caminhar na carreira com o pé direito. São calouros de 2017 da Universidade Metodista de São Paulo contemplados com bolsas de estudos pelo ótimo desempenho que tiveram no vestibular. O Programa Meritocracia premiou os melhores colocados no processo seletivo do 1º semestre deste ano com descontos de até 90% na mensalidade, dentro de um catálogo de incentivos que promove o acesso ao ensino superior por meio de descontos, bolsas e financiamentos.

“Enquanto universidade, valorizamos a construção do conhecimento. Quando um aluno, ainda no processo de ingresso na educação superior, revela dedicação à construção desse conhecimento, a primeira entidade que deve valorizar isso deve ser a universidade. O que faz o capital de uma universidade é a disposição dessas pessoas que querem estudar”, diz Nicanor Lopes, diretor da Escola de Comunicação, Educação e Humanidades, que fez a entrega dos certificados do Meritocracia ao lado dos professores Douglas Siqueira, coordenador do curso de Administração, e Silvio Pereira, coordenador da graduação de Letras – Línguas Estrangeira.

João Vitor Lima Cristófaro, de 21 anos, recebeu o incentivo e se matriculou no curso de Letras – Língua Estrangeira. O estudante recebeu abatimento de 50% no valor da mensalidade até concluir sua graduação, mas só tomou conhecimento do benefício no momento da matrícula. “Passei em algumas instituições e resolvi fazer Metodista. Só fiquei sabendo do desconto depois, então foi um bônus”, relata.

Quanto à escolha do curso, Cristófaro diz que sempre teve facilidade em estudar línguas estrangeiras, assim como a língua portuguesa. “Estou gostando muito das aulas. Sempre gostei da ideia de dar aulas também e esse é um caminho que penso em seguir”, revela.

“Fazendo esse tipo de ação, valorizamos o estudo e o empenho dos estudantes. Desenvolvemos neles também o desejo de continuar estudando e isso, de alguma forma, contribui para o coletivo. Os outros podem se espelhar neles e desenvolver ainda mais suas habilidades”, diz o professor Silvio Pereira.

A estudante de Administração Carolina da Silva Becker, de 19 anos, conquistou desconto de 25% nas mensalidades. Ela conta que planeja se especializar em Marketing, mas que o curso de Administração é bastante amplo e permite atuação em diversas áreas. “Estou gostando muito das aulas, dos professores e das matérias. Inclusive, escolhi a Metodista porque gostei bastante da grade curricular, achei bem diferente de outras instituições”, declara, ao dizer que a bonificação veio em boa hora, porque ainda não trabalha na área e os pais financiam seus estudos.

O conceito de Meritocracia também é aplicado dentro de alguns cursos da Metodista, como lembra o professor Douglas Siqueira. “Em Administração, a cada semestre procuramos fazer reconhecimento formal do melhor grupo no Projeto de Ação Profissional, dando como recompensa horas complementares e certificados. Isso é uma forma de motivar os alunos a melhorar continuamente”, pontua o professor.

Caminho do amor

Formada em Direito e atuando na Vara da Família no Fórum de São Bernardo, Andrea Mara Iarossi Silva afirma que os caminhos da vida a levaram a atuar na área judiciária. Agora, aos 47 anos, inicia a segunda graduação superior em Psicologia como sendo “uma escolha pessoal, um caminho do amor”, como definiu ao receber, emocionada, o certificado do Programa Meritocracia pelo qual conquistou 25% de bolsa. Andrea ainda não sabe se vai interromper a trajetória no Direito para se dedicar à ciência da saúde ou se fará uma ponte sólida entre as duas especialidades.

“É um universo a ser descoberto. Estou muito animada”, definiu sobre os próximos cinco anos cursando o período matutino de Psicologia, motivo, inclusive, de dupla satisfação: o filho Danilo também é calouro 2017 em Psicologia na Metodista, no período noturno. “Vamos dividir muitos conhecimentos e livros”, brincou.

A coordenadora da graduação, professora Mariantonia Chippari, também se sentiu gratificada em dobro na entrega dos certificados, pois o Meritocracia contemplou dois alunos de seu curso. Sarah Cristina Batista Beluzzo deixou os estudos de exatas na Universidade Federal do ABC para prestar Metodista atraída pelas boas referências e por se identificar mais com a área de humanas. “Acho interessante a mente humana. Quero conhecer o comportamento das pessoas”, afirma a jovem de 18 anos, que se diz amante dos estudos e bastante aplicada em sala de aula, conquistando mais de 700 pontos no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio).

Os pais Andrea e Paulo Beluzzo reforçaram o perfil da filha: “Sempre achei que ela iria bem em humanidades. A Sarah é muito sensível e solidária”, afirma Andrea, contente também porque a família reside próxima ao campus Planalto, em São Bernardo, uma comodidade que ajudará na dedicação dos estudos da filha única.

Professora Mariantonia Chippari falou da tradição dos 45 anos do curso de Psicologia completados em 2016 e da qualidade do currículo, com atividades não só no contexto da aula, mas em grupos de pesquisa, palestras e trabalhos de campo. Mencionou que muitos ex-alunos Metodista são hoje docentes na USP, Unicamp, Mackenzie e PUC, atribuindo a boa formação dos estudantes à qualificação dos professores e à infraestrutura da escola. “Aprendizagem é nossa prioridade, por isso vamos dividir as salas que ficaram lotadas com 90 alunos”, anunciou.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , ,