Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / Fevereiro / 9 de fevereiro: Dia da Educação Metodista na América Latina

9 de fevereiro: Dia da Educação Metodista na América Latina

2017 marca os 143 anos de fundação da primeira escola metodista em solo latino-americano

06/02/2017 19h30 - última modificação 06/02/2017 19h45

Universidad Madero - UMAD

9 de fevereiro é uma data importante no calendário das instituições educacionais metodistas. Nesse dia, no ano de 1874, foi fundado o Instituto Mexicano Madero (IMM), na Cidade do México, no México, a primeira escola oriunda do movimento criado por John Wesley a ser criada em terras latino-americanas.

O acontecimento inspirou o Conselho da ALAIME (Associação Latino Americana de Instituições Metodista de Educação) a instituir o Dia da Educação Metodista na América Latina após assembleia realizada em 2004 na cidade de Buenos Aires, na Argentina.

Desde a sua instituição, a data marca um momento de oração, reflexão e gratidão pela trajetória da Educação Metodista no continente latino-americano. As celebrações também são uma oportunidade para a reafirmação dos princípios pedagógicos concebidos por John Wesley e mobilização de educadores de todo o continente em torno dos compromissos relativos ao ensino.

Em 2017, as instituições metodistas de educação completam 143 anos de presença nos territórios ao sul da América. De acordo com M.A. Luis Rodríguez, coordenador do curso de Teologia da Universidade Madero (UMAD), em Puebla, no México, a data serve para a meditação nos propósitos de desenvolvimento, transformação e consciência sociais das instituições de ensino idealizadas por John Wesley. “O Dia da Educação Metodista na América Latina deve evocar a seu fundador, quem proclamou uma Igreja que estivesse envolvida em atender a sociedade em geral”, afirma. “Uma Igreja que através de suas instituições marque a diferença”, finaliza.

De orfanato à universidade

Primeira instituição educacional metodista do continente, o Instituto Mexicano Madero foi fundado como orfanato pelos missionários Guillermo Butler e Clementina Butler. No ano seguinte, em 1875, a unidade foi transferida para a cidade de Puebla, onde se situa até os dias de hoje e conta com um conjunto de serviços de ensino: dois colégios, uma escola normal e a Universidade Madero (UMAD), que possui dois campi (Toledo e Zavaleta).

Educação Metodista em números

Após adentrar ao continente, a Educação Metodista deu prosseguimento às suas missões e seguiu implantando instituições de ensino pela América do Sul. De acordo com dados da Alaime referentes ao ano de 2014, atualmente são reconhecidas mais de 120 escolas, faculdades, universidades e instituições teológicas metodistas em 18 países da América Latina.

Os números também indicam que as unidades contam com cerca de 110 mil estudantes, em todos os níveis educativos. Do total, 51% correspondem à educação básica e 49% à educação superior. No Brasil, as instituições metodistas de educação respondem por 56% dos alunos do continente.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: