Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2016 / Fevereiro / Escorpião por perto, não!

Escorpião por perto, não!

05/02/2016 19h55 - última modificação 11/02/2016 10h59

Altas temperaturas, umidade e lixo são os principais fatores para a proliferação de pragas urbanas, como mosquitos, baratas, ratos, aranhas e escorpião durante o verão. Embora todas as pragas sejam nocivas à saúde, o escorpião, devido ao seu veneno, é considerado o mais perigoso aos seres humanos, sendo o principal causador de acidentes domésticos graves, que podem levar à morte.

Os  escorpiões possuem hábitos noturnos e vivem em pedras, fendas de rochas e paredes, buracos, esgotos, terrenos baldios, entre outros espaços onde podem descansar e se proteger. Por causa de seu comportamento, a dedetização não é muito eficaz para eliminá-lo. Como os escorpiões podem ficar até dois ou três meses sem se movimentar e passam, ainda, longos períodos se alimentar, o contato do animal peçonhento com o inseticida é muito raro.

Por isso, a melhor solução é a prevenção:

  • Mantenha jardins e quintais limpos: evite acúmulo de lixo e folhas secas;
  • Não acumule folhas próximo a muros e paredes, esse ambiente serve como esconderijo para o escorpião;
  • Vede ralos, pias, frestas e buracos;
  • Mantenha a grama aparada;
  • Elimine insetos que sirvam de alimento para o escorpião, como mosquitos e baratas;
  • Verifique sempre suas roupas e sapatos antes de usá-los.

Em caso de picada, procure o hospital mais próximo e, de preferência, leve o escorpião morto para que o profissional da saúde possa realizar o tratamento adequado.

 

Se você se deparar com esse animal peçonhento, entre em contato com o Programa de Controle de Foco de Escorpião, da Prefeitura de São Bernardo do Campo, pelo telefone: 0800 770 8156.

Fique atento! Bairros de toda a região do ABC estão com incidência de escorpiões. Por isso, residentes da Grande São Paulo devem se prevenir e mudar seus hábitos.

Ações da Metodista

A Universidade Metodista de São Paulo, atenta à proliferação desta praga urbana em São Bernardo do Campo, principalmente, no Bairro Planalto, está tomando medidas importantes para a erradicação do escorpião.

Além de manter os espaços com grama aparadas e armazenar corretamente o lixo, a Universidade passará novamente por dedetização no próximo sábado, dia 6 de fevereiro de 2016. Mesmo que o veneno não seja totalmente eficaz para erradicar o animal peçonhento, a dedetização  tem resultado positivo em relação aos insetos, o principal alimento dos escorpiões.

Todos juntos - Universidade, munícipes e alunos - podemos vencer essa luta!

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático