Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2015 / Setembro / Metodista inaugura sala de aprendizagem interativa, com 80 Ipads e Datashow

Metodista inaugura sala de aprendizagem interativa, com 80 Ipads e Datashow

Alunos usarão tablets que projetam conteúdos em lousa touch screem

24/09/2015 21h50 - última modificação 29/10/2015 15h10

Prof. Andrea explica recurso do Datashow (Fotos Mônica Rodrigues)

A Universidade Metodista de São Paulo acaba de incorporar um novo espaço de aprendizagem interativa, a Sala de Projetos, avançando no que há de mais moderno entre meios digitais a serviço da educação.

A Sala de Projetos foi inaugurada em 23 de setembro último no campus Vergueiro com o propósito de estimular alunos e professores no desenvolvimento de aulas e trabalhos mais dinâmicos, contando para isso com 80 Ipads Apple, quadros de vidros para fixação de lembretes e protótipos, balcão e área de convivência. O Datashow possui tela touch screen, sensível à pressão do toque, o que dispensa pincel atômico ou teclado para introdução de dados. A partir dos tablets, é possível enviar conteúdos para a lousa central e, assim, desenvolver trabalhos, pesquisas e até testes de avaliação.

Não há mesa de professor. O ambiente aconchegante distribui mesas e cadeiras num mesmo nível, possibilitando integração horizontal plena entre docentes e discentes. “Apesar das ferramentas digitais de última geração, que são um meio facilitador do processo, o centro de tudo é o ser humano. O professor será ao mesmo tempo um mediador e orientador dos estudantes com o aprendizado por meio da tecnologia”, explica a coordenadora do curso de Gestão de Recursos Humanos e que esteve à frente do novo espaço, professora Andrea Duarte.

Segundo a educadora, os princípios da Sala de Projetos, por ordem de importância, são: aprendizagem, colaboração, integração e inovação. O espaço conta com internet sem fio e pode abrigar turmas com até 80 alunos, dando suporte tanto para uma aula básica com jogos interativos quanto para o desenvolvimento mais elaborado de TCCs (Trabalhos de Conclusão de Cursos) ou estudos científicos.

“Concebemos um lugar para agradar a todos os perfis de alunos, mesmo os que estão em lados opostos: os amantes e os que não gostam de tanta tecnologia. Há um espaço de convivência para descanso ou para fazer uma leitura impressa, além de pufs para descontrair e um balcão para quem quer finalizar ou apresentar um trabalho para o cliente”, descreve professora Andrea, que se inspirou em evento do qual participou nos Estados Unidos onde um dos ambientes reunia uma descontraída equipe de trabalho indiana sentada em almofadas entre paredes muito coloridas.

Assista ao vídeo e saiba mais:

Aprendizagem não convencional     

Estruturar novas formas de comunicação interativa e de aprendizagem fora de uma sala de aula convencional é o grande atrativo da Sala de Projetos, acrescenta o diretor da Escola de Gestão e Direito da Metodista, professor Fulvio Cristofoli. Por isso, a instituição também pensou na Apple ao incorporar a última palavra em tecnologia, acentuou o dirigente.

“Esse projeto está há três anos em construção, coincidindo com a própria reestruturação do projeto pedagógico da Universidade Metodista. Foi uma construção coletiva, de vários coordenadores e professores, por isso vai servir a todos os cursos dos três campi”, afirmou professor Fulvio.

O trabalho de criação e organização em grupo também foi ponto destacado pela professora Andrea Duarte. Ela cita desde o endosso do reitor Marcio Moraes à então ideia surgida ao final de 2.012 até o empenho do eletricista Carlos Alberto Araújo – que refez toda a instalação elétrica e colocou lâmpadas econômicas – e o esmero do aluno de Design de Interiores da Metodista, Gabriel Bueno. É de Gabriel a ideia do jogo de mesas e de cores, além do ambiente com arte facetada usando degradé que vem do azul escuro ao verde-petróleo e limão. “É um ambiente calmo e estimulante ao mesmo tempo”, definiu.

O ambientalmente correto também foi praticado. A Sala de Projetos reaproveita espaço da antiga Brinquedoteca, o balcão servia antes ao curso de Turismo, mesas e cadeiras antigas se tornaram novas com pequenas reformas, assim como o chão recebeu nova pavimentação.

RHSalaDeProjetosSet20153.JPG
Reitor Marcio Moraes e prof. Antero Matias interagem com prof. Andrea num tablet

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático