Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2015 / Maio / Realidade virtual também é coisa de gente da 3ª idade

Realidade virtual também é coisa de gente da 3ª idade

Aliadas à hidroterapia, as atividades propostas pelo Programa Saúde do Idoso, da Policlínica Metodista, contribuem para a melhora de aspectos físicos, motores e cognitivos

29/05/2015 18h53

São Bernardo do Campo, 29 de maio - Há alguns anos, jogos de videogame deixaram de ser utilizados apenas para lazer. Com o avanço da tecnologia e da chamada realidade virtual, que proporciona maior interação do usuário, os games também têm sido usados em diferentes tratamentos.

Este é o caso do Programa Saúde do Idoso, da Universidade Metodista de São Paulo. “É um projeto de extensão universitária para prevenção e promoção de saúde focado no trabalho com idosos”, descreve o professor André Radl, responsável técnico do Núcleo de Fisioterapia da Policlínica, que lidera o projeto ao lado da professora Carla Mazzitelli, coordenadora do curso de Fisioterapia.

Hoje a meta principal é lidar com as alterações relacionadas ao equilíbrio – algo que ocorre com frequência, ocasionando em quedas – e com os processos cognitivos para contribuir com a melhora de aspectos relacionados à atenção e à memória, em especial. Para isso, a equipe optou por adotar o uso da realidade virtual como estratégia.

Atualmente 40 idosos participam do Programa e a intenção, segundo André Radl, “é expandir o trabalho, tornando a Policlínica um centro de atenção à população dessa faixa etária. Apesar de muitas iniciativas, existem poucos programas de atenção globalizada para o indivíduo da terceira idade”.

O Programa

Antes de iniciar as atividades, os idosos passam por avaliação neuropsicológica em relação aos processos cognitivos. Já fisioterapeutas do Programa de Aprimoramento avaliam aspectos da parte física, como equilíbrio e coordenação motora.

Os exercícios executados com apoio da realidade virtual acontecem por cerca de 45 minutos, três vezes por semana, por um período de cerca de três meses. Após esse período, há uma alternância com a hidroterapia. Realizados em grupos, além do aspecto motivacional, contribuem com a coordenação motora e o equilíbrio. Ocorrem uma vez por semana, por uma hora.

Orientações sobre administração de medicamentos

Todas as segundas-feiras, alunas do 7º semestre do curso de Farmácia passam a tarde na Policlínica orientando idosos quanto ao uso de medicamentos. “As interações medicamentosas são estudadas caso a caso. O receituário é necessário para verificar cada um dos medicamentos empregados e as possíveis interações. Nós nos reunimos após o estudo destas informações e traçamos medidas adequadas para cada idoso”, explica a professora Aparecida Peres Del Comune.

Como participar

As pessoas interessadas em participar do Programa Saúde do Idoso devem entrar em contato com a Policlínica pelo telefone (11) 4366-5565. 

Os idosos devem ter mais de 60 anos e nenhum problema de saúde que impeça sua locomoção ou seu raciocínio lógico. Antes do início das atividades haverá avaliação para verificar as condições físicas e cognitivas.


Mais informações à imprensa:
Diretoria de Inovação e Marketing
Gabriela Rodrigues – Mtb. 39.324
(11) 4366-5069
imprensa@metodista.br

 

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
X