Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2013 / Setembro / Equipes de handebol já conquistam títulos em maratona de torneios

Equipes de handebol já conquistam títulos em maratona de torneios

03/09/2013

03/09/2013 23h31

Após título nos Jogos Regionais, equipes terão calendário de torneio extenso. Foto: Divulgação

JOGOS REGIONAIS FORAM AS PRIMEIRAS CONQUISTAS ENTRE OS CAMPEONATOS DA TEMPORADA


O segundo semestre de 2013 começou bem para as equipes adultas de handebol da Metodista/São Bernardo. Os dois times conquistaram a medalha de ouro na 57ª edição dos Jogos Regionais, que aconteceram em Barueri, no final de julho. O trunfo das equipes ajudou inclusive a cidade de São Bernardo do Campo a ser a campeã geral do evento.

A decisão da medalha feminina foi em clássico regional com o Santo André e as meninas venceram as tradicionais rivais por 23 a 18, em jogo equilibrado. Os rapazes levaram o ouro batendo o São Caetano por 22 a 18 e apesar do placar não tão elástico, a partida foi tranquila, com o time da Metodista precisando apenas administrar o placar.

Com os resultados, a equipe masculina chegou ao 17º título nos Jogos e
a feminina conquistou o lugar mais alto do pódio pela sétima vez. Agora os
times somam 24 títulos na competição, marca que nenhuma outra cidade possui na modalidade.

Calendário de torneios exigirá esforço

As equipes não tiveram muito tempo para comemorar as vitórias e muito menos puderam folgar, pois uma semana depois retornaram ao Super Paulistão, que já estava em andamento e foi interrompido em razão dos Jogos Regionais. Além do campeonato estadual, ainda terão pela frente os Jogos Abertos do Interior, Jogos Abertos Brasileiros (JAB’s) e a Liga Nacional.

“Voltamos dos Jogos Regionais com o foco totalmente nas partidas do Paulistão e precisando já pensar nas próximas competições. Trabalhamos com um plantel não muito grande e então precisaremos dosar a dinâmica de participação das jogadoras, para administrar todos os campeonatos”, explicou o técnico do time feminino, Eduardo Carlone.

O time masculino enfrenta uma série de ausências. O central e capitão do time, Diogo Hubner, o ponta direita Renato de Souza, o Pato, e o central Gustavo Nakamura, o Japa, estão se recuperando de cirurgias e lesões e não têm previsão de retorno. Já Guilherme Valadão e Diógenes estão indo para a Espanha.

“Não temos como colocar o time para ‘rodar’ nas partidas. Então, precisamos realocar jogadores de outras posições para suprir as ausências”, disse o treinador José Ronaldo, o “SB”. “O investimento no preparo físico é algo que sempre fizemos e terá grande validade agora. As estratégias terão de ser definidas conforme cada jogo, mas sempre manteremos o foco no reforço da defesa e velocidade do ataque”, completou.

No Paulistão, a equipe feminina lidera a competição isoladamente. O time masculino está na segunda colocação, atrás apenas do Taubaté com uma vitória a menos, e é o melhor ataque do torneio. Os demais campeonatos
ainda não tem data de início.

Metodista nos X Games

O skatista profissional Edgard Pereira “Vovô”, patrocinado pela Metodista, disputou a etapa de Los Angeles, Estados Unidos, dos X Games, a última  do ano, e ficou em quinto lugar na Megarrampa, a modalidade de maior visibilidade do principal evento de esportes radicais do mundo.

Edgard Vovô competiu com uma lesão grave na mão. Uma semana antes do torneio, o atleta sofreu uma queda enquanto treinava e, ao deslizar na pista, o skate caiu de uma altura grande e em grande velocidade na ponta do dedo mindinho do skatista, praticamente esmagando a região, que, após o socorro, ficou presa ao restante do dedo apenas por pontos cirúrgicos.

O coordenador do curso de Fisioterapia da Metodista, professor Alexandre Cavallieri, foi chamado ao local a convite da equipe de Edgard, a PSK, para dar suporte e tratamento que o possibilitou continuar na competição. MF

Marcello Ferreira
marcello.ferreira@metodista.br

Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático