Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2013 / Outubro / Conexão Washington/Brasil

Conexão Washington/Brasil

01/11/2013 20h34

Estudantes da Universidade de Washington afirmam terem aprendido muito mais que um novo idioma.

 

Troca de ideias, de culturas, de conhecimentos. Ao receber alunos e docentes da Universidade de Washington, o aprendizado aqui na Metodista foi mútuo. Durante duas semanas, 20 alunos da Universidade de Washington estiveram no Brasil participando do curso de português para estrangeiros, iniciativa da Assessoria de Relações Internacionais, do curso de Letras e do Centro de Línguas da Metodista.

Mais do que aprender uma nova língua, os estudantes tiveram a possibilidade de conhecer a cultura brasileira por meio de aulas de capoeira e também visitar grandes empresas, como Mercedes-Benz, Odebrecht, Natura, Petrobras e Santander.

“Eu realmente acredito nessa experiência, por isso participamos todos os anos. Eu creio que é muito mais que um curso de português. Nossos estudantes saem com uma experiência mui to rica, que a gente não tem como men surar”, revela Margaret Griesse, docente da Universidade de Washington.

A estudante Megan Kimberly Nation concorda. “É algo do qual irei me lembrar para sempre, aprendizado para a vida toda. Me sinto muito sortuda por poder participar disso, tanto o programa,como a família que me recebeu aqui no Brasil foram excelentes.”

Na cerimônia de entrega dos diplomas de conclusão do curso o professor Jung Mo Sung, diretor da Faculdade de Humanidades e Direito, trouxe a reflexão sobre como experiências como essa podem impactar na construção de um mundo plural, mais pacífico e tolerante. “Conhecer outra cultura é conhecer outro mundo, outro significado de vida. E isso nós não aprendemos nos textos, nós aprendemos com contato, com toques, cheiros diferentes. Nessa experiência descobrimos outra coisa importante, que apesar de todas essas diferenças nós somos iguais em uma qualidade: o senso de ser humano.”

Internacionalização na universidade e nos negócios

Juntamente com os alunos da Universidade de Washington, a Metodista também recebeu o professor Rick McPherson, executivo e empresário com forte vivência no mercado americano.A palestra foi destinada aos docentes e responsáveis pela EMEC – Escola Metodista de Educação Corporativa, com o intuito de debater estratégias para aproximar cada vez mais a Universidade das empresas.

“A internacionalização permite que as empresas possam atingir mais mercados, minimizem custos e transmitam e compartilhem novas competências”, relatou McPherson.

O palestrante trouxe dados sobre mercados de países desenvolvidos e emergentes, destacando a importância de estudar as diferenças culturais quando se pretende expandir negócios e áreas de atuação.

“Os fatores econômicos não são os únicos limitadores. Não adianta o país ser um ótimo mercado, com inúmeras facilidades de instalação, impostos baixos, se a empresa que deseja ali se instalar não concordar e respeitar seus valores. É preciso pesquisar economia, cultura, os negócios,o marketing, para obter opiniões”, destacou.

Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático