Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2013 / Novembro / Alunos da Metodista participam do programa Ciência sem Fronteiras

Alunos da Metodista participam do programa Ciência sem Fronteiras

18/11/2013

18/11/2013 19h55 - última modificação 18/11/2013 19h58

[ OPORTUNIDADE DE OBTER FORMAÇÃO DUPLA E DIPLOMA INTERNACIONAL SÃO APENAS ALGUNS DOS BENEFÍCIOS DO PROGRAMA

Coreia do Sul, Canadá, Estados Unidos, França, Irlanda, Itália e Reino Unido. Estes são os destinos de treze alunos da Metodista que foram aprovados para participar do programa Ciência sem Fronteiras.

O programa é fruto de esforço dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento – CNPq e Capes –, e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC. O objetivo é promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio.

A assessora de Relações Internacionais da Metodista, Vanessa Martins, explica como a vivência no exterior pode contribuir para a formação. “É uma forma de aprendizagem intensiva. Em um período em outro país é possível quebrar padrões, melhorar a qualidade da formação dos estudantes e proporcionar o conhecimento em vários âmbitos, desde o social, ao ambiental, acadêmico, industrial e principalmente cultural, o que incentiva a criatividade e a inovação.”

Segundo o professor Fabio Botelho Josgrilberg, pró-reitor de Pós-Graduação e Pesquisa, o programa traz benefícios também para a Universidade. “Participar do programa é de especial interesse para a Metodista. Trata-se de uma oportunidade única para aumentar os intercâmbios com universidades de ponta, o que com certeza qualificará ainda mais os nossos processos educativos e de pesquisa científica, tanto para docentes quanto para os alunos.”

Expectativas dos aprovados
Ter a oportunidade de escolher a área de atuação e conquistar uma formação dupla em outro país são alguns dos atrativos citados pelos aprovados.

Monica Martins, aluna de Fisioterapia, conta que sempre quis fazer intercâmbio. “Estudar fora sempre esteve em meus planos, é um conhecimento único não somente no âmbito educacional, mas também no cultural. Participar do programa é uma oportunidade única.”

A aluna, que irá para a Coreia do Sul, revela suas expectativas. “É um país que possui um desenvolvimento tecnológico surpreendente. Espero conseguir aprender mais sobre biotecnologia e aplicá-la na fisioterapia e também ver uma forma diferenciada de dinâmica educacional.”

Juliana Vieira, do curso de Farmácia, considera o programa uma oportunidade ímpar e pretende aproveitar ao máximo sua passagem pela Irlanda. “Espero aprender muito, tanto o idioma, quanto as matérias que são relacionadas ao meu curso. Tenho consciência que uma oportunidade dessas nos proporciona um enriquecimento acadêmico, cultural e profissional.”

Douglas Dourado dos Santos, aluno de Ciências Biológicas, irá para o Reino Unido. Ele conta que premiações acadêmicas e estágios do PIBIC/PIBID são diferenciais para a seleção. “Além do histórico da faculdade também é necessário realizar um teste de fluência no idioma caso o país escolhido não fale português.”

Extensão, pesquisa e iniciação científica fazendo a diferença

Dos 13 alunos aprovados no programa, 12 são da Faculdade de Saúde. O coordenador da Faculdade, professor Rogério Bellot, comentou com satisfação a aprovação e citou alguns dos motivos para que estes alunos se destacassem. “Desde os primeiros semestres do curso temos uma preocupação em dar estímulo aos alunos para que participem de projetos de pesquisa, iniciação científica e extensão. Esse contato forma não só o profissional, mas um indivíduo mais completo e preparado. Buscamos a formação para a produção do conhecimento.”

Confira as chamadas abertas do Ciência sem Fronteiras em www.cienciasemfronteiras.gov.br.

 

Paula Lima
paula.come@metodista.br

Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático