Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2013 / Maio / Espaço Pastoral - Dia Internacional da Terra

Espaço Pastoral - Dia Internacional da Terra

08/05/2013

08/05/2013 13h30

A data de 22 de abril foi declarada pela ONU, em 2009, como o Dia Internacional da Terra. Quando você estiver lendo esta matéria o dia já terá passado. Mas as questões envolvidas NÃO. Pelo menos em dois sentidos.

O primeiro: celebrativo. É importante uma data para celebrarmos a alegria e a dádiva de termos nascido em um planeta que nos fornece todos os recursos para a sobrevivência – embora saibamos que a distribuição desses recursos não é equânime, não pela natureza, mas pelas próprias relações políticas e econômicas que os seres humanos estabeleceram ao longo de sua história. Além disso, inegavelmente, a Terra nos fornecer paisagens indescritivelmente belas. Nesse sentido, é uma data para a alegria e para a celebração.
Mesmo que, neste ano, a data já tenha passado, sugiro que você pare um pouco e pense na graça e alegria de termos nascido no Planeta Terra.

O segundo sentido é o de um chamado à reflexão e ao compromisso. Em mensagem sobre a data, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, assim se pronunciou: "O Dia Internacional da Mãe Terra é uma chance de reafirmar nossa responsabilidade coletiva para promover a harmonia com a natureza em um tempo em que nosso planeta está sob ameaça da mudança climática, exploração insustentável dos recursos naturais e outros problemas causados pelo homem. Quando nós ameaçamos nosso planeta, minamos nossa própria casa – e nossa sobrevivência no futuro".

Relacionando esses motivos com nossa vida acadêmica, na Universidade Metodista de São Paulo, vem a pergunta: até onde estamos levando esses assuntos a sério? Quais têm sido as nossas posturas e ações, tanto no nível institucional como, principalmente, no nível individual? Quais têm sido suas posturas em relação a isso? Desconhecimento? Pouco caso? Preocupação? Pequenas ações do dia-a-dia, como a seleção do lixo para reciclagem, por exemplo? Busca de participação em algum movimento?

Como Universidade, possui o Núcleo de Sustentabilidade, coordenado pela professora Waverli Neuberger, promovendo ações efetivas, acadêmicas e práticas, em relação ao tema. Você também pode participar (veja matéria completa na página 18).

Na tradição bíblica temos dois versos que poderíamos citar aqui: “No princípio, criou Deus os céus e a terra.” Gênesis 1.1, que é o primeiro versículo da Bíblia; e “Ao SENHOR pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam.” Salmos 24.1.

Diferentemente do que uma primeira impressão possa sugerir, de que isso desresponsabiliza o ser humano pelo cuidado da terra, pelo contrário, eles nos alertam para o fato que a Terra não nos pertence e, portanto não podemos
fazer dela o que bem entendemos como destruir os recursos naturais, por
exemplo. Na tradição bíblica o ser humano é co-responsável, junto com Deus, pelo cuidado da natureza. Além disso, todas as tradições espirituais mais importantes expressam veneração pela Terra, pois é dela que usufruímos os recursos para a sobrevivência.

Você está fazendo sua parte? Você está cuidando da Terra?

Rev. Luiz Eduardo Prates da Silva
Coordenador da Pastoral
Universitária e Escolar

Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático