Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2013 / Fevereiro / Primeiros passos

Primeiros passos

08/02/2013

08/02/2013 12h48

Cursos online gratuitos fizeram a diferença no currículo de Luana na hora de conseguir um estágio. Foto: Gabriela Rodrigues

COMO SE DIFERENCIAR NA HORA DE CONSEGUIR UM ESTÁGIO

Um dos momentos pelos quais os jovens anseiam após começar a faculdade é o início do estágio na área escolhida. Muitos não veem a hora de estar no segundo ou terceiro ano do curso para se candidatar às vagas.

No entanto, nem sempre é tão simples ou tão fácil assim. Luana da Conceição Silva, 18, está no 2º semestre de Gestão de Recursos Humanos e conta que levou um ano para conseguir uma oportunidade, mesmo já tendo trabalhado como aprendiz. “A maioria das vagas exigiam experiência no departamen to de RH.”

Para se diferenciar dos demais candidatos, “aproveitei o tempo sem trabalhar para me qualificar, fazendo cursos online gratuitos. Afinal, sem o estágio, como poderia pagar um curso?”. A iniciativa deu resultado. Quando o Jornal da Metodista conversou com a aluna, ela estava em sua segunda semana de trabalho, na Central de Estágios da própria Universidade.

“Basta ter boa vontade”, afirma o professor Éder Polizei, coordenador
do curso de Administração de Empresas. Ele lembra que a Metodista oferece condições para o aluno ‘rechear’ o currículo com atividades acadêmicas. “Par ticipação em eventos e na organização deles, atividades de consultoria, atuar na agência júnior, publicação de artigos em congressos mostram para o recrutador que o interesse do aluno vai além da preocupação em assistir às aulas”.

O professor menciona ainda que muitos jovens hoje “além de escrever mal, falam mal e não têm raciocínio lógico ou matemático bem desenvolvido. Na hora o recrutador percebe isso”. E recomenda: “Não se formam bons escritores sem que sejam bons leitores. Escrever bem é um processo que se leva anos para desenvolver. Hoje o aluno tem dificuldade porque não desenvolve”. Segundo ele, a solução é ler bastante. “A partir do momento que você começa a ler, começa a ter contato com a gramática, com formas de discurso. Não se desenvolve uma boa argumentação se não tiver bom vocabulário.”

De acordo com Éder Polizei, “o que o aluno não percebe é que todo mundo à volta dele é avaliador. Só indicamos em quem temos confiança”.

Gabriela Rodrigues
gabriela.rodrigues@metodista.br

Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático