Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2013 / Fevereiro / Egresso da Metodista conquista Prêmio Capes de Tese

Egresso da Metodista conquista Prêmio Capes de Tese

08/02/2013

08/02/2013 12h49

Fernando Cândido da Silva foi contemplado com o prêmio na área de Filosofia/Teologia. Foto: Arquivo pessoal

APOIADO POR PROFESSORES DO CURSO, FERNANDO CÂNDIDO DA SILVA DECIDIU EXPLORAR OUTROS HORIZONTES DO UNIVERSO BÍBLICO

Motivação e inspiração foram os sentimentos que guiaram Fernando Cândido da Silva, doutor em Ciências da Religião pela Metodista, ao escolher o tema da tese que conquistou o Prêmio Capes de Tese de 2012.

A cerimônia oficial do prêmio ocorreu no dia 13 de dezembro, onde o egresso foi contemplado com o prêmio na área de Filosofia/Teologia: Subcomissão Teologia pela tese “Uma aliança abominável e pervertida? Anotações subalternas sobre o arquivo deuteronômico”. O Prêmio constitui-se de diploma de menção honrosa, medalha e bolsa de pós-doutorado oferecida pela Capes.

Fernando é graduado em História e mestre em História Antiga. Ao ingressar no doutorado ele percebeu outros horizontes que poderiam ser investigados, como por exemplo, as implicações sociopolíticas da interpretação bíblica. “Quando efetivamente compreendi a contemporaneidade do texto bíblico, tal como uma ‘história viva’, o tema da tese se impôs. Acredito que essa motivação – de uma transformação do mundo social – para a escolha do tema acabou por guiar todo o espírito da tese”, explica Fernando.

O trabalho foi defendido em 2011, sob orientação do professor Milton Schwantes, e premiado por sua contribuição para o desenvolvimento e aprimoramento da área, bem como para o avanço da Pós-Graduação e do conhecimento científico de qualidade no Brasil.

A qualificação dos docentes do programa de Pós-Graduação em Ciências
da Religião da Metodista, o diálogo e a dedicação permanente de ambas as partes são citados por Fernando como motivos para o sucesso da tese. “O Prêmio não é a conquista de um só, é o reconhecimento de um trabalho que frutificou graças às alianças que propiciaram o solo bom para o plantio.”

Para o professor Leonildo Silveira, coordenador do programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião “o prêmio é devido à conjunção de dois fatores: por um lado está a qualidade da tese em si. De outro, a qualidade da orientação que o falecido professor Milton Schwantes dava aos seus alunos. É uma grande alegria e satisfação para nós”.

Atualmente Fernando é professor conferencista no Departamento de História da Universidade Estadual Paulista em Assis, atua no Núcleo de Estudos Antigos e Medievais e é profes sor responsável pela disciplina
de Teoria da História na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, em Três Lagoas. Fernando acredita que a bolsa de pós-doutorado será fundamental para prosseguir em uma nova jornada em prol do conhecimento. Para ele, a divulgação da proposta da tese já é um grande passo na carreira. “Espero contribuir para o debate acadêmico, em especial, ao enfatizar a necessidade de se articular academia, religiosidade e transformação social. Se o Prêmio ajudar na visibilidade da tese e suas possíveis contribuições nesse quesito, já estou satisfeito”, completa.

 

Paula Lima
paula.come@metodista.br

Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático