Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2013 / Agosto / Site com acervo de processos da ditadura militar é lançado em parceria com a Metodista

Site com acervo de processos da ditadura militar é lançado em parceria com a Metodista

07/08/2013

07/08/2013 21h15 - última modificação 07/08/2013 21h59

A Procuradoria Regional da República da 3ª Região (PRR-3) sediará, no dia 9 de agosto, o ato de lançamento do Brasil Nunca Mais Digit@l, site que disponibilizará cerca de 900 mil páginas digitalizadas de um conjunto de 710 processos da repressão durante a ditadura militar, julgados pelo Superior Tribunal Militar.

O processo de digitalização dos documentos contou com o apoio da Metodista, por intermédio do professor Paulo Ayres Mattos, da Faculdade de Teologia. A Metodista também fará a memória do evento, realizando a gravação em vídeo do lançamento, que será disponibilizada na íntegra no site.

O site garante acesso a todo o material colhido no início dos anos 80 pela Arquidiocese de São Paulo e pelo Conselho Mundial de Igrejas, o qual revelou torturas praticadas por agentes públicos durante a ditadura.

“Este é um momento muito significativo para a sociedade brasileira que está em busca de sua história recente; a história que não foi contada e foi silenciada pelos anos de ditadura militar e congelada pelos governos de transição até 2002. Há muitas famílias que ainda esperam sepultar seus mortos, os tantos desaparecidos que deixaram pais e mães, irmãs e irmãos, esposas, esposos, filhos e filhas na expectativa da justiça que lhes foi negada no passado, mas que ainda há tempo de ser alcançada”, revela a professora da Faculdade de Teologia Magali do Nascimento Cunha, que integra como pesquisadora o GT (Grupo de Trabalho) “Papel das Igrejas durante a Ditadura” da Comissão Nacional da Verdade.

No evento, que conta com a participação do Procurador-Geral da República, da Coordenadora da Comissão Nacional da Verdade e autoridades dos governos federal, estadual e municipal, membros do Poder Legislativo e do Poder Judiciário, será apresentado ao público o histórico do projeto, o conteúdo e o funcionamento do Brasil Nunca Mais Digit@l.

Na ocasião também serão homenageados todos que participaram do BNM, reputada a mais corajosa e abrangente iniciativa já realizada pela sociedade civil brasileira em prol da verdade e da justiça.

BNM Digit@l

A digitalização e divulgação do acervo do BNM objetiva preservar esse patrimônio histórico nacional, ampliar o acesso ao material de pesquisa e revelar a história de concepção e desenvolvimento dessa iniciativa social. O trabalho foi iniciado em 14 de junho de 2011, quando o Ministério Público Federal repatriou do "Center for Research Libraries" (CRL), nos EUA, os microfilmes de segurança que continham cópia de todos os processos judiciais reproduzidos pelo BNM e o Procurador-Geral da República recebeu do Secretário Geral do Conselho Mundial de Igrejas os arquivos daquela entidade sobre o projeto.

 

Ato de Lançamento do site Brasil Nunca Mais Digit@l

Data: 09 de agosto de 2013

Horário: das 9h45 às 14 horas

Local: Avenida Brigadeiro Luis Antonio, 2020

 

Confira também:

Metodista presencia ato de repatriação do acervo Brasil: Nunca Mais

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático