Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2012 / Outubro / Faculdade de Comunicação da Metodista celebra 40 anos

Faculdade de Comunicação da Metodista celebra 40 anos

15/10/2012

15/10/2012 19h35 - última modificação 15/10/2012 19h36

Vanessa Paes (à esq.) e Jamile Palacce (à dir.) com apenas 17 anos na época da faculdade. Amizade que começou no primeiro dia de aula permanece até hoje. Fotos: arquivo pessoal

[ AO LONGO DESSE TEMPO, ALUNOS E PROFESSORES TÊM ESCRITO UMA HISTÓRIA QUE INCLUI EMPENHO, RECONHECIMENTO E AMIZADES DURADOURAS

 

“Lembro que o primeiro prêmio que a Comunicação da Metodista ganhou foi o do Concurso Universitário de Campanhas Publicitárias, promovido pela APP [Associação dos Profissionais da Propaganda], cuja campanha era ‘Ajude a sua cidade a respirar melhor’. Nós nos inscrevemos e fizemos o trabalho em 14 dias porque ficamos sabendo muito tarde. E foi um trabalho que a classe inteira ajudou a fazer, não foi uma equipe. Era uma equipe que liderava, mas a classe inteira de alguma maneira colaborou.”

Quem conta essa história é o atual diretor da Faculdade de Comunicação (FAC), professor Paulo Rogério Tarsitano, formado em 1977 em uma das primeiras turmas do curso de Publicidade e Propaganda. Ele lembra que os profissionais que compunham a banca para avaliar os trabalhos “chamavam a Metodista de Escola Metodista de Rudge Ramos. Não sabiam nem o nome”. Segundo o docente, algum tempo depois, ela começou a aparecer como uma das boas escolas pelo ranking da Playboy [Ranking Playboy das melhores faculdades do Brasil]. “Depois, passou a ser referência nacional no ensino da Comunicação pelo Guia do Estudante até culminar em 2009, quando foi considerada a melhor escola de Comunicação Privada do País, fato que se repetiu em 2010 e 2011.”

Outro destaque feito por Paulo Tarsitano e que considera não ter preço é “encontrar os alunos ocupando os principais cargos das principais empresas de comunicação do País. Isso é prêmio. E esse prêmio é tão ou mais importante quanto os que ganhamos ao longo da nossa história”.

Destes 40 anos da FAC, o docente acompanhou a maior parte deles, seja como aluno ou como professor. “A Metodista era muito diferente do que é hoje, fisicamente falando. Só tinha o Alfa e o Delta estava em construção. Mas ela sempre foi Metodista, sempre foi diferente por suas preocupações, seus valores, e isso não mudou”.

 

Vínculos e amizades que permanecem

Para Paulo Tarsitano, “a melhor fase da vida da gente é na faculdade. Você tem 17, 18, 19 anos, começa a ver a vida de uma forma diferente e acontecem muitas coisas boas. É também quando você conhece seus melhores amigos”.

E Jamille Marinho Palacce está aí para comprovar isso. Formada em 1995 na segunda turma de Rádio e TV, foi no primeiro dia de aula que conheceu Vanessa Costa Paes. “Tínhamos 17 anos e muita vontade de aprender e de ser feliz. Hoje, aos 38 anos, continuamos juntas.” Além de testemunharem diversas histórias pessoais, profissionalmente permaneceram próximas. “Tivemos uma longa trajetória em televisão, viramos professoras de comunicação e hoje trabalhamos na Rede Record, cada uma num projeto, mas seguimos com a mesma vontade de aprender e ser feliz”.

Jamille Palacce também é escritora e, em meio aos diversos compromissos, diz estudar “uma forma de voltar ao mundo acadêmico, fazendo doutorado na instituição que faz parte da minha história e que contribuiu na formação da pessoa que sou hoje”.

 

No Flickr da Metodista, você confere algumas fotos que marcaram esses 40 anos da Faculdade de Comunicação.

Gabriela Rodrigues

Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático