Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2012 / Agosto / Paulo André, devorador de prêmios

Paulo André, devorador de prêmios

27/08/2012

27/08/2012 19h48

Ilustração que rendeu a Paulo o Bronze no Épica Awards 2011. Foto: divulgação

Talvez o fato de ter batizado seu estúdio de publicidade Zombie Studio tenha transformado Paulo André Dantas Garcia, 29 anos, egresso de Publicidade e Propaganda da Metodista, em um devorador. Não de cérebros, como as míticas figuras consagradas na cultura popular, mas sim de prêmios. Desde o ano passado, quando foi montado, o Zombie Studio - de 3D, foto e ilustração, voltado ao mercado de publicidade - já “engoliu” dois Bronzes no Eurobest 2011, um Virtuoso Award no Golden Drum 2011, um Bronze no Épica 2011 e um Ouro no Golden Hammer 2011.

Como Paulo conta, “todos festivais internacionais que deram visibilidade mundial ao trabalho da Zombie. Agora em 2012, ganhamos os prêmios de maior destaque para o estúdio, com a conquista de um Leão de Prata e três de Bronze no Festival de Cannes 2012, que hoje é tido como o festival mais importante do mercado de propaganda no mundo”.

Mas todas essas premiações não surgiram do nada. Foram oito anos de trabalho antes de Paulo montar seu próprio estúdio. Neste tempo, ele teve passagens como diretor de arte em algumas das principais agências do país, como Leo Burnett, Young&Rubican e W/Mccann. Mas tudo começou lá atrás, entre 2000 e 2004, quando Paulo cursou Publicidade e Propaganda e pode ter um gostinho de como seria o mercado na AgCM (antiga Agência de Publicidade e Propaganda e Comunicação Mercadológica, que em 2009 deu origem à AGiCOM, Agência Integrada de Comunicação, que reuniu as agências experimentais de todos os cursos da Faculdade de Comunicação da Metodista).

Além de ter escolhido a Metodista “pela excelente avaliação do curso de Publicidade e Propaganda”, Paulo aponta a Agência Júnior como seu principal diferencial: “O curso é muito bom, mas o principal diferencial é a Agência Junior (AgCM), que me ensinou na prática o que vi durante o curso como também me forneceu uma ideia inicial de como era o mercado que estava me preparando para entrar.”

E se engana quem pensa que a fome de prêmios passou: “O ano ainda não acabou e temos mais premiações pela frente, porém todas essas conquistas me ajudam a acreditar no caminho que estamos seguindo e na visão da Zombie como um estúdio que tem sempre a qualidade e a criatividade como elemento mais importante do nosso trabalho”.

Confira o trabalho de Paulo em http://zombiestudio.com.br.

Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático