Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2011 / Março / Evento apresenta resultados do projeto “Parceria na construção de uma cultura de paz no ambiente escolar”

Evento apresenta resultados do projeto “Parceria na construção de uma cultura de paz no ambiente escolar”

03/03/2011

11/03/2011 12h40 - última modificação 14/03/2011 13h04

A Universidade Metodista de São Paulo, por meio da Cátedra Gestão de Cidades, em parceria com a Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de São Bernardo do Campo, Ministério Público, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e o Conselho Tutelar entre outros órgãos do município, apresenta, no dia 8 de abril, no Centro de Formação dos Professores de São Bernardo (Rua D. Jaime de Barros Câmara, 201), os resultados do projeto “Parceria na construção de uma cultura de paz no ambiente escolar”.

No evento serão divulgados o vídeo e o livro “Uma nova aquarela: desenhando políticas públicas integradas para o enfrentamento da violência escolar em São Bernardo do Campo” que, além de informações conceituais sobre o assunto, apresenta as ações realizadas pelo projeto e as que estão em andamento. Estes materiais pedagógicos serão distribuídos nas escolas públicas da cidade neste ano e visam promover o debate sobre a diminuição dos casos de violência no ambiente escolar.

O reitor da Universidade Metodista de São Paulo, professor Marcio de Moraes, participará da mesa de abertura que contará ainda com a presença da Promotora de Justiça da Infância e Juventude de São Bernardo do Campo, Dra. Vera Lucia Acayaba de Toledo; do Prefeito Municipal de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho; do Juiz de Direito da Vara da Infância e Juventude de São Bernardo do Campo, Luiz Carlos Ditommaso; da secretária municipal de Educação, Cleuza Repulho; da coordenadora da Cátedra Gestão de Cidades, professora Silvia Cristina da Silva Okabayashi e dos professores da Metodista Dagmar Castro, Cristiane Gandolfi  e Roberto Joaquim de Oliveira.

O projeto

Iniciado em 2007, o projeto tem como objetivo reduzir, no mínimo, 40% o número de atos infracionais de pequeno potencial ofensivo, praticado por crianças e adolescentes em ambiente escolar até o final de 2011.

“O programa vem embasado no fortalecimento da rede de atendimento do município e no trabalho em parceria, visando a busca das causas que motivaram a prática da conduta infracional pelo aluno na escola”, afirma Vera Lúcia Acayaba de Toledo, Promotora de Justiça da Infância e Juventude de SBC.

A professora Cristiane Gandolfi explica ainda que “são reunidas todas as instâncias da cidade que trabalham com a questão da infância para pensarem juntas as histórias dos alunos que estão envolvidos com a violência”. Segundo ela, “é um trabalho que vai da ação punitiva, coercitiva, para a pedagógica”.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático