Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2011 / Dezembro / Drops de Cultura

Drops de Cultura

16/12/2011

20/12/2011 13h31

FILMES

Pronta para Amar

Nova Orleans. Marley Corbett (Kate Hudson) é uma jovem divertida que tem medo de se entregar completamente em um relacionamento. Ela tenta usar o humor para impedir que os problemas se agravem, mas é pega de surpresa quando, ao visitar o médico Julian Goldstein (Gael García Bernal), descobre que está com uma doença grave.

Direção: Nicole Kassel

Origem: Estados Unidos

Ano: 2010

 

Santa Paciência

Nesta comédia  Mahmud um sujeito normal como outro qualquer. Dentro de casa é um adorável marido, um pai dedicado e assumidamente um muçulmano não-praticante. Até que um dia, uma descoberta colocará Mahmud no centro de uma rivalidade milenar, causando a maior crise de identidade, que já se viu. Ele descobre que é adotado, e que na verdade, nasceu em uma família tradicionalmente judia. Santa Paciência é uma hilária e inusitada comédia, sobre duas das religiões mais tradicionais e antagonistas da história, onde o mais perigoso que pode acontecer, é você morrer de rir.

Direção: Josh Appignanesi

Origem: Reino Unido

Ano: 2010

 

EXPOSIÇÃO 

Anticorpos – Fernando & Humberto Campana 1989-2009

O improvável, o improviso, a ousadia, a alegria e demais singularidades da vida brasileira têm a sua mais bela tradução nas peças icônicas dos Irmãos Campana, sensibilidade que, combinada ao domínio da gramática cultural – da popular à erudita – tornou a dupla mundialmente reconhecida. Exposição organizada pelo Vitra Design Museum (Weil am Rhein, Alemanha), com curadoria de Mathias Schwartz-Clauss. 

A mostra, dividida em núcleos, aponta a variedade formal e de materiais usados pelos irmãos, ao mesmo tempo em que mantém o processo do design transparente. Contempla, ainda, a biografia de Fernando e Humberto, filmes, fotos e, a partir das duas cadeiras que marcaram o início da carreira (Negativo e Positivo, 1989), os objetos-chaves, decisivos para o crescimento das formulações acerca dos princípios criativos.

 

Anticorpos – Fernando & Humberto Campana 1989-2009

HORÁRIO: Terça a domingo das 9h às 21h

ENTRADA: Gratuita

LOCALIZAÇÃO: Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Álvares Penteado, 112 – Centro , São Paulo

TELEFONE: 3113-3651

 

TEATRO

Cine Camaleão – A Boca do Lixo 

O inédito Cine Camaleão – A Boca do Lixo tem como proposta de dramaturgia associar a investigação teatral da Cia. à história do popular gênero cinematográfico, ocorrido no centro de São Paulo com recorte entre os anos de 1960, estendendo-se a 1980, quando a região ficou conhecida como Quadrilátero do Pecado.

Boca do Lixo é a designação pejorativa para a região central da capital paulista localizada entre os bairros Luz e Bom Retiro. Tudo começou na década de 1920, quando as salas de cinema, distribuidoras, fábricas e lojas de equipamentos começaram a florescer na região. Produtoras de cinema como a Paramount, a Fox e a MGM se instalaram por lá. Décadas mais tarde, a área se tornou o maior reduto do cinema do país.

Teria sido Oswaldo Massaini, com sua Cinedistri, o primeiro a instalar-se, em 1949. Nos anos 1960, conseguiu seu grande feito, a nossa única Palma de Ouro em Cannes, com O Pagador de Promessas. A partir daí, as produções começaram a florescer. Na década de 1970, a produção intensificou o teor sexual e entrou no período que ficou conhecido como a fase da pornochanchada, ainda que de pornográfico nada tivesse. Era um cinema popular que falava diretamente ao público brasileiro.

O próprio público que frequentava a região compunha o cenário dessa produção: vigaristas, bancários, homossexuais, policiais, jornalistas, prostitutas, traficantes, malandros... Este ambiente também atraiu a comunidade artística que se abrigou em ruas como a do Triunfo, Aurora e Vitória. A convivência era pacífica.

Nos anos 1980, houve o boom dos filmes de sexo explícito e alguns resquícios de bons filmes. Aos poucos, as produtoras começaram a fechar e sair do centro. E assim teve início o abandono da região, que culminou na Cracolândia dos anos 90 e dos dias de hoje, transformando-se em uma das regiões mais degradadas da cidade. Hoje, a região abriga prostituição, consumo de drogas e comércio de eletrônicos. Ao lado de lugares sofisticados como a Sala São Paulo.

 

Cine Camaleão – A boca do lixo

LOCAL : Sede Luz do Faroeste

ENDEREÇO: Alameda Cleveland, 677 - Campos Elíseos – 3362-8883

DATA :  todos os sábados, às 19h e 21h. Domingos às 19h . Até o dia 1 de abril de 2012

TEL: 3362-6883

PREÇO: Pague Quanto Puder (Quem chega uma hora antes define quanto quer pagar depois de ter visto a peça). Antecipados ou reserva por R$ 30 (quem ligar antes para reservar lugar perde a vantagem do pague quanto puder).

 

LIVRO

Eu Mato  

Um agente do FBI e um detetive enfrentam um serial killer em Montecarlo, no glamoroso Principado de Mônaco. Trata-se do caso mais angustiante de suas carreiras. Para confundir a polícia, músicas são utilizadas como pistas dos crimes, cujas doses de barbárie e astúcia abatem e desnorteiam policiais, investigadores e psiquiatras.

O primeiro ataque vitima um piloto de Fórmula 1 e a filha de um general norte-americano. À medida que os crimes dominam as manchetes europeias, o assassino faz novas vítimas, entre elas um gênio da informática e um bailarino russo. Tragédias pessoais afetam e conectam os envolvidos nas investigações.

O autor mantém o suspense implacável mesmo depois de revelar a identidade do criminoso, quando é iniciada uma caçada para impedir novos ataques. Ao manipular perfis psicológicos singulares numa trama surpreendente, Giorgio Faletti conquista o leitor. A versão cinematográfica de Eu mato já é esperada em uma superprodução internacional.

 

Autor> Giorgio Faletti

Editora > Intrínseca

Ano> 2010

Páginas > 536

Preço> R$39,90

 

Tudo o que você pensa, pense ao contrário 

Com charme e humor, ensina por que podemos investir em decisões impetuosas, subverter hierarquias e dar adeus aos hábitos corporativos como etapas do crescimento na carreira e na vida. Com base na experiência de seu brilhante desempenho como publicitário, o autor mostra como o risco pode ser o maior fator de segurança. Para isso aponta os benefícios de tomar as decisões consideradas menos razoáveis.

Paul Arden argumenta que "o problema de tomar decisões sensatas é que todo mundo está fazendo o mesmo". Ele explica "por que se deve ser precipitado" e desdenha dos ritos universitários, suas pós e MBAs, dando boas razões para se "aprender na escola da vida". Defende a importância de coisas óbvias, mas evitadas: cometer erros, não ser negativo diante de uma rejeição e sempre assumir a culpa diante de um fracasso. Sugere que ser demitido pode ser um "movimento positivo na carreira", aconselha a não ficar muito tempo em um emprego e garante que "às vezes o mais esperto é não ser esperto demais"

Assim, Tudo o que você pensa, pense ao contrário aponta para uma ruptura com códigos e comportamentos consagrados, e acena com provocações que conferem a confiança necessária para se tomar decisões arriscadas - aquelas que podem levar a desfrutar do trabalho e da carreira de uma forma mais criativa, arrojada e singular do que se esperava.

 

Autor > Paul Arden

Editora > Intrínseca 

Ano> 2008

Páginas > 144

Preço> R$29,90

 

ALUNOS      

Felipe  Dótoli 

Curso: Jornalismo >semestre: 4º

Filme: Bons Companheiros 

Garoto do Brooklyn, Nova York, que sempre sonhou ser gângster, começa sua "carreira" aos 11 anos e se torna protegido de um mafioso em ascensão. Sendo tratado como filho por mais de vinte anos, envolve-se através do tempo em golpes cada vez maiores. Neste período acaba se casando, mas tem uma amante, que visita regularmente. Não consegue ser um membro efetivo, pois seu pai era irlandês, mas no auge do prestígio se envolve com o tráfico de drogas e ganha muito dinheiro, além de participar de grandes roubos, mas seu destino estava traçado, pois estava na mira dos agentes federais.

 

Daniel dos Santos

Curso: Rádio, TV e Internet >semestre: 4º

Filme: Scarface

Um criminoso cubano exilado (Al Pacino) vai para Miami e em pouco tempo está trabalhando para um chefão das drogas. Sua ascensão na quadrilha é meteórica, mas quando ele começa a sentir interesse na amante do chefe (Michelle Pfeiffer) este manda matá-lo. No entanto ele escapa do atentado, mata o mandante do crime, fica com a amante dele - mas simultaneamente sente desejos incestuosos por sua irmã (Mary Elizabeth Mastrantonio) - e assume o controle da quadrilha. Em pouco tempo ele ganha mais dinheiro do que jamais sonhou. No entanto ele está na mira dos agentes federais, que o pegam quando ele está "trocando" dinheiro. Mas seu problema pode ser resolvido se ele fizer um "serviço" em Nova York para um grande traficante e pessoas influentes, que podem manipular o poder para ajudá-lo. Porém, a missão toma um rumo inesperado quando, para concretizá-la, ele precisa matar crianças.

 

Mario Oshiro

Curso: Rádio, TV e Internet >semestre: 4º

Filme: Encontro e Desencontros

Bob Harris (Bill Murray) é uma estrela de cinema, que está em Tóquio para fazer um comercial de uísque. Charlotte (Scarlett Johansson), por sua vez, está na cidade acompanhando seu marido, um fotógrafo workaholic (Giovanni Ribisi) que a deixa sozinha o tempo todo. Sofrendo com o horário, Bob e Charlotte não conseguem dormir. Eles se encontram, por acaso, no bar de um hotel de luxo, e em pouco tempo tornam-se grandes amigos. Resolvem então partir pela cidade juntos. A eles junta-se uma jovem atriz chamada Kelly (Anna Faris), com quem vão viver algumas aventuras pela cidade de Tóquio.

Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático