Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2010 / Agosto / Tiago Leifert abre programação do curso de Rádio e TV

Tiago Leifert abre programação do curso de Rádio e TV

24/08/2010

24/08/2010 12h56

Tiago Leifert falou sobre as linguagens na televisão aberta. Foto: Thiago Benedetti

O apresentador e editor-chefe do programa Globo Esporte, Tiago Leifert, esteve na Universidade Metodista de São Paulo no dia 19 de agosto para uma conversa com estudantes e profissionais da Comunicação. A visita marcou o início das comemorações dos 60 anos da televisão no Brasil, promovido pelo curso de Rádio e TV.

A mediadora do “bate-papo”, professora Carla Pollake, disse que Tiago “é fruto de estudo, ele não é um garotinho que faz brincadeiras. Ele estuda e é por isso que está na Globo, por isso está aqui hoje”. Leifert falou com o público sobre as linguagens na televisão aberta brasileira e os possíveis novos formatos de programas, para resgatar parte da audiência que está em queda.

O jornalista também contou algumas experiências que viveu até chegar ao posto de apresentador na Globo, como seu início de carreira aos 16 anos sendo repórter em um jogo de futebol de várzea. Também falou sobre o ingresso na universidade e a sua formação no exterior. E hoje, aos 30 anos, disse lamentar, entre os vestibulares que prestou, não ter ficado na Metodista, em razão de problemas que encontrou em outro curso, o que incentivou sua ida para os Estados Unidos.

Sobre o tema principal da conversa, Tiago disse que “a televisão precisa rejuvenescer a programação e se arriscar um pouco mais com novos formatos, para resgatar parte do público que busca outros entretenimentos e manter a participação com as pessoas que optaram por ficar com a televisão aberta”.

Para essa realização, citou algumas ações. “É interessante desligar o teleprompter, utilizar uma linguagem mais ligada ao discurso de rua, que ajuda não deixar chato o discurso da TV”, disse Leifert, revelando parte da fórmula utilizada no Globo Esporte. Em relação às mídias sociais e novas tecnologias, foi enfático. “Todo mundo acha que a televisão vai ‘morrer’. Mas são coisas diferentes a tecnologia e o hábito das pessoas. Tenho o e-book porque gosto de ler 15 livros ao mesmo tempo, mas isso não tira o meu interesse pela TV, é apenas hábito”.

No final de sua palavra, Tiago respondeu às perguntas da platéia e entre as respostas, deu alguns conselhos para os profissionais em formação dizendo sobre a necessidade de buscar o máximo de experiências e oportunidades possíveis, que trazem toda a aprendizagem.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , , , , , , , ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático